Sadan pode desfalcar o Sete contra Aparecidense

Márcio Santos trabalha bolas paradas e busca opção para vaga de Sadan - Foto: Franz Mendes
Márcio Santos trabalha bolas paradas e busca opção para vaga de Sadan – Foto: Franz Mendes

Atacante não treinou com dores musculares e técnica testa opções

O Sete de Dourados ainda tem duas partidas para disputar nesta primeira fase de Série D do Campeonato Brasileiro e, se a classificação já não faz mais partes dos planos, a intenção de concluir a competição com bons jogos segue em pauta. Conta o Luziânia-DF, em casa, o desempenho já foi melhor, principalmente no setor defensivo, com o retorno de Ramon Baiano, ao lado de Thiago Moura.

Nesta quarta, o trabalho foi no Estádio Douradão e com muito treino de bolas paradas, uma das deficiência do time na temporada a o técnico Márcio Santos tenta dar maior consistência ao time em jogadas aéreas.

Entre os jogadores que devem começar a partida contra a Aparecidense-GO, na próxima segunda-feira, Márcio tem mostrado nos treinos que a intenção é manter o mesmo time do último jogo. Esse desejo, porém, pode não ser levado adiante por causa de uma baixa. Com dores musculares, o atacante Sadan não participou dos treinos e sua situação deve ser reavaliada nesta quinta.

Caso Sadan não viaje para Goiás, Márcio estuda se compõe o time com outro atacante ao lado de Leandrinho, neste caso Pablo e Tutinha surgem como as opções, ou se reforça o meio, com Pavão ou mesmo Mitú, que também joga mais avançado. “Até domingo defino essa situação. Ainda vamos observar o Sadan e conversar com ele para saber das suas condições”, explica o treinador.

De acordo com a programação, a delegação do sete viaja no próximo sábado e a intenção é fazer um treino em Aparecida de Goiânia no domingo, véspera da partida contra a Aparecidense.