Droga apreendida pesou 468,5 quilos – Divulgação/PRF

A Polícia Federal (PF) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) em uma ação conjunta na Operação Lábaro, na noite desta terça-feira, 9 de abril, apreenderam 468,5kg de cloridrato de cocaína em Dourados.

As equipes da PRF e PF realizavam uma ação integrada da Operação Lábaro quando abordaram na altura do km 7 da BR-463, no Trevo da Pedreira, um caminhão Scania/T113 tracionando dois reboques, com placas de Dourados. O conjunto era conduzido por um homem de 47 anos.

Os policiais solicitaram a documentação do veículo e do condutor, que se mostrou bastante nervoso e inquieto com a presença das equipes. Perguntado sobre origem e destino, ele se mostrou impreciso, o que gerou desconfiança dos policiais que procederam a uma vistoria aos veículos. Ao levantar a lona, foi observado na parte externa da lataria dos semirreboques uma estrutura confeccionada, formando um compartimento oculto ao longo de toda a lateral direita dos semirreboques.

Do compartimento foram retirados 444 (quatrocentos e quarenta e quatro) tabletes de cloridrato de cocaína, que somaram 468,5kg (quatrocentos e sessenta e oito quilos e quinhentos gramas) da droga. A droga é avaliada em mais de R$ 10 milhões.

Indagado sobre o entorpecente, o homem informou que chegou hoje (9), em Ponta Porã, adentrou em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, e acompanhou todo o processo de carregamento com o ilícito e se dirigiu de volta à Ponta Porã, onde carregou o veículo com soja. Conforme o motorista, o destino da cocaína seria a cidade de Maringá/PR, onde um desconhecido o encontraria para pegar a droga. Segundo o homem, ele receberia a quantia de R$ 150 mil reais pelo serviço.

O homem foi preso em flagrante e encaminhado para a Delegacia da Polícia Federal em Dourados com os veículos e o entorpecente. Ele poderá responder por tráfico internacional de drogas.