Festa é uma cultura do país, diz Luxa – Foto: Cesar Greco / Palmeiras

O triunfo sobre o Guarani garantiu ao Palmeiras a melhor campanha do Campeonato Paulista. De olho em Santo André, o concorrente que ainda pode superar o tempo alviverde, o técnico Vanderlei Luxemburgo, fã de Carnaval, concedeu folga ao elenco até segunda-feira.

Com cinco vitórias, um empate e uma derrota, o Palmeiras chegou aos 16 pontos ganhos e assumiu a liderança do Grupo B. O horário, agora, precisa do Santo André, que tem um ponto a menos e pega o Red Bull Bragantino às 16 horas (de Brasília) de domingo, sem Bruno José Daniel.

“Passar o Santo André era nosso objetivo, mas ainda falta o jogo deles. Com a melhor campanha, você pode decidir em casa nas próximas fases. Não é uma vantagem absurda, mas pode atuar em casa. O gramado oferece a chance de jogar também para o rival, então não é algo que vamos tirar muita vantagem”, disse Luxa.

O treinador, satisfeito com a vitória sobre o Guarani, programa uma representação do elenco palmeirense por apenas 16 horas (de Brasília) da segunda-feira, na Academia de Futebol. Nascido em Nova Iguaçu, Vanderlei Luxemburgo já participou de desfiles.

“O Carnaval é uma festa do Brasil, enraizada na nossa cultura. Esses jogos que marcam no meio do feriado não devem existir. Podem tomar uma cervejinha e dar uma esfriada. Tem que se divertir. Eu gosto de carnaval e vamos ver se você é diferente”, gravada.

Na segunda-feira, depois de curtir o Carnaval, ou lançar um elenco palmeirense para preparar um clássico. Pela oitava rodada do Campeonato Paulista, sempre que voltar ao campo para encarar o Santos às 16 horas (Brasília) do próximo dia 29 de fevereiro, no Estádio do Pacaembu.

Da Gazeta Esportiva

Deputado Zé Teixeira