Bancada realizará outras reuniões para definir emendas – Foto: Luís Carlos Sales

Os parlamentares da bancada de Mato Grosso do Sul reuniram-se nesta quarta-feira (2) com representes de entidades e órgãos públicos que vieram apresentar suas demandas por recursos de emendas orçamentárias a serem apresentadas ao Projeto de Lei Orçamentária (PLOA) de 2020.

Defensoria Pública, Exército, órgãos de segurança pública (PRF, Polícia Civil, PM), Bombeiros, entidades educacionais (UFMS, UEMS e IFMS) e o Hospital Pedro Pedrossian encaminharam propostas para convencer a bancada de que suas solicitações são essenciais para melhorar o atendimento à população do Estado.

Em relação à solicitação para o Sisfron, a senadora Simone Tebet (MDB-MS) ponderou que a primeira fase está praticamente entregue. O projeto inicial foi implantado em Mato Grosso do Sul, devido à sua posição estratégica em relação à fronteira. Simone ressaltou a importância do Sisfron e lembrou que a infraestrutura já existente em MS vai servir também a outras localidades. Ela lamentou que inicialmente o projeto seria concluído em todo o Brasil em 10 anos e que com os cortes orçamentários o prazo passou para 25 anos.

Para 2020, o Exército solicitou emenda de bancada de R$ 24 milhões e mais R$ 22 milhões de emenda da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, presidida pela senadora Simone Tebet, para complementar a primeira fase do Sisfron em MS.

Pouco antes do início da reunião, o coordenador da bancada, senador Nelsinho Trad (PSD), disse que os deputados e senadores iriam ouvir as demandas, analisar e tentar chegar a consensos sobres os projetos que melhor vão atender ao Estado. A bancada realizará outras reuniões antes de chegar à decisão final. Nelsinho adiantou que alguns projetos já têm consenso, como a garantia de verbas para a Rota Bioceânica e o Sisfron, por exemplo.

A reunião ocorreu no gabinete do senador Nelsinho e teve a presença dos deputados Vander Loubet (PT), Dagoberto Nogueira (PDT), Rose Modesto (PSDB), Fábio Trad (PSD), Beto Pereira (PSDB), Dr. Luiz Ovando (PSL) e Tio Trutis (PSL), e os três senadores, Nelsinho, Simone e Soraya Thronicke (PSL).