Rio Grande do Norte tem a maior taxa de mortes violentas

Com o maior número de homicídios da história, o Brasil registrou 63.880 mortes violentas em 2017, revelou dados divulgados nesta quinta-feira (9) no Anuário Brasileiro de Segurança Pública.

De acordo com o documento, 175 pessoas foram assassinadas por dia, sete vítimas por hora, um aumento de 2,9% em comparação a 2016. Ao todo, a taxa é de 30,8 morte para cada 100 mil habitantes.

O relatório, que reúne informações das polícias dos estados e do Distrito Federal, apontou que o Rio Grande do Norte é o território brasileiro com a maior taxa de mortes violentas por 100 mil habitantes, o equivalente a 68, seguido por Acre(63,9) e Ceará (59,1) Entre os estados com menor número de casos estão São Paulo (10,7), Santa Catarina (16,5) e Distrito Federal (18,2).

Os dados sobre mortes violentas intencionais levaram em consideração o número de lesões corporais seguidas de morte, policiais e vítimas fatais durante intervenções policiais, latrocínios, além de homicídios dolosos. O levantamento ainda aponta que o número de casos de estupro também aumentou, atingindo 8,4% de um ano para o outro, um total de 60.018 vítimas, enquanto que o número de mulheres vítimas de homicídio subiu para 4.539 (+6,1%), sendo 1.133 de feminicídio.

Da AnsaFlash