As baixas temperaturas aumentam a incidência de doenças como a pneumonia e a gripe

A qualidade de vida de uma pessoa está diretamente associada à respiração e, no período de maio a agosto, há uma alta dos casos de doenças do aparelho respiratório. No Brasil, de acordo com o Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (Datasus), é estimado que 50 milhões de pessoas sofram com doenças respiratórias, nos mais diferentes níveis de gravidade. O grupo mais atingido por essas patologias são crianças de zero e 4 anos e idosos.

O médico generalista que atende na Clínica da Família Cassems, Ronaldo Costa, salienta que o inverno traz a incidência de doenças infecciosas e, também, crônicas. “As infecciosas são patologias como gripes, resfriados, sinusites e pneumonias. As crônicas, são doenças como asma, bronquite, doenças pulmonares e complicações de enfisema”.

Além disto, Costa determina que pessoas que já possuem um quadro de doença respiratória, como o de asma, por exemplo, devem redobrar os cuidados nesse período. “Se o indivíduo já tiver uma patologia, ele deve estar atento para que ela não se desencadeie no inverno. Medidas como estar protegido com blusas e não sair de casa de peito aberto são importantes para a prevenção, pois o ar frio favorece o desencadeamento de uma crise”.

De acordo com o médico, caso uma pessoa seja acometida por uma doença respiratória, é fundamental que cuide imediatamente para que o quadro não se agrave.  “Algumas doenças causadas pelo inverno não causam grande incômodo nos pacientes, mas, deve-se ter atenção para caso se prolongue esse quadro, pois a doença pode se desenvolver para um caso mais perigoso, como acontece, por exemplo, com as pneumonias”.

Por último, Ronaldo Costa reafirma a importância da vacinação para a prevenção de doenças infecciosas. “É necessário estar atento às patologias virais como as meningites, com origens bacterianas ou fúngicas. Por meio do espirro, os microrganismos passam para outras pessoas e espalham a doença”.

Campanha de Conscientização da Cassems

Para contribuir com as medidas de prevenção dos beneficiários nesta época do ano, a Cassems realizou uma campanha sobre doenças respiratórias, com orientações em cuidados básicos com a saúde que resultam em benefícios não apenas no sistema respiratório, mas para todo o corpo, em geral.

Em casos de necessidade de atendimento médico, o beneficiário Cassems deve procurar a Clínica da Família ou a Unidade Cassems da sua região.