Mais de 120 pessoas comparecem ao Circuito Aprosoja em Nova Andradina

Presidente da Aprosoja/MS ressaltou iniciativa que alia sustentabilidade, competitividade e integração

Circuito Aprosoja etapa Nova Andradina foi realizado nesta terça-feira, 22 - Foto: Ana Carla Barbosa Santi
Circuito Aprosoja etapa Nova Andradina foi realizado nesta terça-feira, 22 – Foto: Ana Carla Barbosa Santi

Realizado nesta terça-feira (22) na sede do Sindicato Rural de Nova Andradina, o Circuito Aprosoja 2017 contou com mais de 120 pessoas presentes nas três palestras ministradas por especialistas em gestão da propriedade rural, mercado de grãos e boas práticas agronômicas. O evento reuniu produtores, acadêmicos do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), além de representantes de cooperativas e outras organizações locais.

Para o presidente da Aprosoja/MS (Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso do Sul), Christiano Bortolotto, o circuito é fundamental para o desenvolvimento do agronegócio. “Este é o sexto município que estamos visitando neste ano e estamos muito felizes com essa participação. Nós vamos visitar 16 municípios. É uma jornada corrida, mas que a gente faz levando conhecimento, informação, buscando desenvolver a agricultura de alguma forma. Com este circuito, a gente trabalha sustentabilidade, a gente trabalha competividade, integração”, descreveu.

As palestras abordaram diversos aspectos relacionados à cultura de soja e milho, a exemplo dos custos de produção, manejo, até o escoamento e comercialização. Os especialistas convidados foram o engenheiro agrônomo Mauro Osaki, doutor em Engenharia de Produção pela Universidade de São Carlos, com estudos na área de gestão de propriedade rural e análise econômica do setor de grãos e insumos agrícolas; João Pedro Cuthi Dias, também engenheiro agrônomo e consultor da BM&F (Bolsa de Mercadorias e Futuro) e Carla Dutra, doutora em agronomia e pesquisadora da Monsanto.

O produtor de soja Adailto Julião, proprietário da Fazenda Onça Pintada, localizada em Batayporã, afirmou que o Circuito Aprosoja é uma oportunidade de unir a classe produtora. “Além disso, é bom para atualizar nosso conhecimento, ver o cenário do agronegócio, ver possibilidades e criar conexões”, complementou.

É o que compartilhou o estudante do curso de Agronomia do IFMS, Weverson Lima. “É uma grande oportunidade, com pesquisadores de multinacionais, pessoas que nos apresentam uma realidade ampla. Geralmente temos que ir para fora para participar de eventos assim e é muito bom poder ter isso em casa. Para a etapa do curso em que eu estou, as falas sobre manejo, controle e economia foram fundamentais”, analisou o acadêmico.

Nesta quarta-feira o Circuito Aprosoja será ministrado na cidade de Deodápolis. O início do evento está previsto para às 19h no Sindicato Rural, localizado na Rua Projetada, s/nº, Parque de Exposições. As inscrições são gratuitas podem ser feitas pelo link www.sympla.com.br/aprosojams .

Realização

O projeto está em sua sétima edição e conta com o patrocínio do Governo do Estado, por meio da Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) e do Fundems (Fundo para o Desenvolvimento das Culturas de Milho e Soja), além de ser uma parceria da Aprosoja/MS com os Sindicatos Rurais, com apoio do Sistema Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de MS) e do Senar/MS (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de MS).