Lewis Hamilton está imparável. O piloto da Mercedes e líder do Mundial de Pilotos de 2019 garantiu a pole position do GP da França neste sábado ao superar o tempo de seu companheiro de equipe Valtteri Bottas. Além de bater o recorde de melhor tempo já registrado no circuito francês, o inglês ainda viu o vice-líder do campeonato Sebastian Vettel se atrapalhar e garantir apenas o sétimo melhor tempo.

O alemão da Ferrari extrapolou o limite da pista em sua primeira volta do Q3 e teve tempo apenas de fazer uma volta na sessão final. Se Vettel decepcionou, a dupla da da McLaren surpreendeu positivamente: Lando Norris ficou na quinta colocação e e Carlos Sainz fechou na sexta posição.

Depois de fazer bons tempos no Q3, Perez e Hulkenberg não mantiveram o nível alto na sessão seguinte e foram eliminados. Gasly, que vem fazendo bom Mundial até o momento, não fez um bom treino classificatório e ficou apenas na nona colocação. A dupla da Williams, como tem sido frequente no ano, foi eliminada ainda no Q1.

Nas primeiras voltas do treino classificatório da França, os pilotos da Williams confirmaram a fase ruim e foram eliminados nas últimas posições. Além de Russell e Kubica, Stroll e Kvyat ficaram de fora da próxima sessão e mantiveram o insucesso visto nos últimos GP’s. Completou o quinteto de eliminados Grosjean, que ainda não conseguiu engrenar em 2019.

Na parte de cima, Bottas fez o melhor tempo, com 0s059 à frente de Hamilton. Vettel decepcionou e ficou na décima colocação. As surpresas positivas foram Perez e Hulkenberg, que finalizaram o Q1 na sexta e quarta posições, respectivamente.

Depois de fazer o sexto melhor tempo no Q2, Perez foi eliminado depois de ficar na 14ª colocação. Além dele, Hulkenberg também demonstrou instabilidade e ficou de fora da próxima sessão ao ficar com o terceiro pior tempo do Q2. Completaram os cinco eliminados Albon, Raikkonen e Magnussen.

Bottas voltou a brilhar e ficou com o melhor tempo da sessão ao cravar 1m19s437. Hamilton dessa vez ficou em terceiro lugar, atrás de Vettel. O piloto da Ferrari ficou a 0s069 do finlandês. Um dos destaques foi o jovem Norris, que vem demonstrando bom desempenho em sua primeira temporada na Fórmula 1. O inglês terminou a sessão na quinta colocação.

Hamilton garante a pole com o recorde da pista

Ao contrário das duas primeiras sessões, Hamilton fez um tempo melhor que Bottas logo em sua primeira volta. Depois, o inglês conseguiu melhorar ainda mais o seu tempo, ficando com 1m28s319, estabelecendo a melhor marca já registrada no GP da França.

Leclerc ficou com a terceira colocação, logo atrás de Bottas. O finlandês perdeu o controle do carro no trecho terminal da volta final e perdeu a chance de tentar alcançar Hamilton. A decepção ficou por conta de Vettel, que ficou apenas na sétima colocação. O alemão foi prejudicado por ter perdido sua primeira volta, ao extrapolar o limite da pista.

Da Gazeta Esportiva