Tarifas passarão a valer a partir do próximo dia 15 de outubro – Foto: AP

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta quarta-feira (11) que adiará, do dia 1º para 15 de outubro, o aumento das tarifas sobre US$250 bilhões de importações chinesas.

Segundo publicação do mandatário norte-americano no Twitter, a decisão referente às taxas, que passariam de 25% para 30%, foi tomada “como um gesto de boa vontade” em meio à guerra comercial entre os dois países.

O republicano ainda afirmou que atendeu um pedido do vice-primeiro-ministro chinês, Liu He, já que 1º de outubro será comemorado o 70º aniversário da fundação da República Popular da China.

O anúncio de Trump ocorreu poucas horas depois de Pequim isentar 16 tipos de produtos dos Estados Unidos de taxas extras durante um ano, a partir do próximo dia 17 de setembro. A tensão comercial entre as duas maiores economias do mundo teve início em junho de 2018. Desde então, as nações trocam imposições de taxas.

Na semana passada, no entanto, os dois países concordaram em realizar a próxima rodada de negociações em Washington no início de outubro. O encontro anterior aconteceu em Xangai, em julho.

Da AnsaFlash