Energisa MS e Marinha do Brasil inauguram centro de treinamento para capacitação de militares

Cerimonia de Entrega do CT foi nesta quinta-feira, 21 – Assessoria

Uma empresa feita de gente e para gente com segurança em primeiro lugar. E segurança se faz com estrutura e capacitação de qualidade. Tendo isso como premissa em sua atuação, a Energisa MS em parceria com a Marinha do Brasil inauguraram nesta quinta-feira, 21 de janeiro, na Base Fluvial de Ladário em Mato Grosso do Sul, o mais novo centro de treinamento voltado para a qualificação de marinheiros.

O projeto faz parte do Programa Soldado Cidadão e do projeto Marinheiro empreendedor, que tem como objetivo devolver o marinheiro à sociedade após o período de serviço militar obrigatório, com uma especialização, assim facilitando sua inclusão e adequação ao mercado de trabalho.

“Serão oferecidos cursos de Formação de Eletricistas de Operação e Manutenção em Redes de Distribuição – COMAN, com duração de 240 horas, para qualificação de mão de obra em atendimento a sociedade nas questões atreladas à rede elétrica”, explica Marcelo Vinhaes, diretor-presidente da Energisa em Mato Grosso do Sul.

O Complexo Naval de Ladário, no mês de outubro de 2020, passou por uma importante modernização da rede elétrica, com apoio da ENERGISA, a qual se dispôs a colaborar gratuitamente na capacitação dos militares que trabalham no setor de eletricidade ou que futuramente venham a trabalhar. Ao todo cerca de 153 mil reais foram investidos pela empresa no projeto.

“Para nós essa parceria é de suma importância pois para a Energisa qualificar a mão de obra é contribuir com a melhoria e crescimento da população local, por isso nosso empenho em auxiliar o projeto e promover cursos que aperfeiçoem esses profissionais”, ressalta Marcelo.

De acordo com o comandante do 6º Distrito Naval, Contra-Almirante Sérgio Gago Guida, o acordo de cooperação proporcionará condições adequadas para a capacitação técnica dos militares, permitindo o incremento dos serviços prestados pelos eletricistas. “Adicionalmente, o treinamento de militares temporários, como parte do Projeto Marinheiro Cidadão, tem um grande apelo social e proporciona a capacitação de mão de obra, possibilitando maior chance de empregabilidade nesta área, após o licenciamento do serviço militar.”, explica.

Cerca de 16 militares já devem ser atendidos na primeira turma. Os cursos que serão ofertados são: NR35, NR10 (básica) NR10 (em atividade no SEP) e Formação de Eletricista de Distribuição (COMAN) e deverão ter início até abril desse ano.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.