A primeira parte da delegação que representa Mato Grosso do Sul nos Jogos Escolares da Juventude (JEJ) partiu para Curitiba, na tarde deste domingo. Os atletas com idade entre 12 e 14 anos viajam com apoio do Governo do Estado, sob comando da Fundesporte.

A emoção e a ansiedade estavam nos olhos dos pequenos atletas que viajam em busca de medalhas mas modalidades individuais. No atletismo, Enzo Ribeiro mira o pódio.  “É meu último ano de Jems, vou tentar ganhar”, disse referindo-se ao fato de estar entre os mais velhos da categoria.

No judô, as estreantes Lis Fernanda e Caoane Marques não hesitam em responder sobre suas expectativas: ganhar. Elas ainda disseram estar gostando da experiência e da oportunidade.

Além da disputa, o JEJ é para os pequenos atletas oportunidade de intercâmbio e experiência de viagem, como contou o ciclista Talison Hora. “É ótimo. Vou conhecer Curitiba, ter uma nova experiência e poder aprender coisas que vão me ajudar a melhorar”.

Kawah David concorda com o colega de modalidade e promete empenho. “É minha primeira vez e espero representar bem o Estado”.

A intenção é a mesma de Eloísa Muller que nada os 100m costas e os 50m peito e costas. “Vou dar o meu melhor. É uma ótima experiência”.

A delegação com quase 90 integrantes chega à capital paranaense no fim da manhã desta segunda-feira. A abertura dos jogos está marcada para as 17h (MS) de terça. As competições nas modalidades individuais começam no dia 13 e incluem atletismo, badminton, ciclismo, ginástica rítmica, judô, natação, luta olímpica, tênis de mesa e xadrez.

A partir do dia 17, a disputa é nas modalidades coletivas. Os times de basquete, futsal, handebol e vôlei viajam na sexta.

Em 2016, MS conquistou 14 medalhas e, em 2015, 11. A expectativa é de bons resultados também este ano.