Definido o reajuste salarial para trabalhadores de obras de infraestrutura

Presidente do sindicato, Walter Vieira dos Santos, com o diretor financeiro Reinaldo da Costa Pereira – Divulgação

Depois de vários meses de negociação, O SINTICOP-MS (Sindicato dos Trabalhadores na Construção Pesada de Mato Grosso do Sul) conseguiu fechar o acordo para o reajuste de salário de cerca de 10 mil trabalhadores que atuam em obras de infraestrutura no estado.

Para quem recebe até R$ 2.119,00 o reajuste será de 3%. Os salários acima de R$ 2.120,00 serão reajustados em 2%. A data-base da categoria é o mês de março. Os retroativos serão pagos em três vezes até o mês de agosto.

“Praticamente 90% da categoria recebe até R$ 2.119,00, portanto o índice de 3% traz ganho real ao trabalhador já que a inflação acumulada do período não chegou a 2%”, explica Walter Vieira dos Santos, presidente do SINTICOP-MS. Segundo o sindicalista, na maioria dos outros estados os sindicatos só conseguiram repor o índice da inflação. “Por isso, consideramos nosso reajuste uma grande vitória”, afirma Walter.

O Sindicato conseguiu ainda manter vários benefícios da Convenção Coletiva anterior, entre eles o custeio sindical e a homologação no Sindicato. “A nossa avaliação é muito positiva porque a Reforma Trabalhista, que entrou em vigor em novembro do ano passado, tenta retirar direitos históricos do trabalhador, porém as empresas estão conscientes que precisa valorizar o empregado para motivá-lo e assim manter o rendimento dele”, diz Walter.

No acordo com o SINDUSCON-MS (Sindicato da Indústria da Construção) ficou assegurado também o prêmio anual de férias ao trabalhador que não tiver nenhuma falta injustificada. O prêmio será uma cesta básica no valor mínimo de R$ 160,00.

Da Assessoria do SINTICOP-MS