De autoria de Junior Rodrigues, lei que proíbe instalação de fotossensores em semáforos é aprovado

O Projeto de Lei foi votado durante última sessão ordinária - Foto: Eder Gonçalves
O Projeto de Lei foi votado durante última sessão ordinária – Foto: Eder Gonçalves

Durante a sessão ordinária desta segunda-feira (11), no Plenário da Câmara Municipal, os vereadores da Casa de Leis aprovaram o Projeto de Lei nº 064/2017, proposto pelo vereador Junior Rodrigues (PR), que proíbe a instalação de fotossensores, conhecidos como pardais, nos semáforos do município. Conforme a lei, os sensores deverão ser implantados no meio da quadra.

O objetivo do projeto, conforme o vereador, é evitar que motoristas sejam multados injustamente pelos fotossensores, ao serem obrigados a liberar a pista para ambulâncias, bombeiros ou outros veículos cuja passagem seja emergencial. “É necessário que o pardal seja instalado no meio da quadra e não no próprio semáforo”, destacou.

“Com a prática de instalação dos fotossensores no meio da quadra, a velocidade será medida ainda com maior eficiência, não prejudicará a fiscalização e não trará desconforto aos motoristas que colaboram com as necessidades sociais, sem infringir a lei”, completou Junior.

O vereador ressaltou que a implantação dos sensores no meio da quadra trará mais segurança no trânsito, pois muitos motoristas aceleram quando o semáforo está com a luz amarela acesa, para poder passar, mas a Lei irá diminuir este costume.

Ainda, de acordo com o vereador, a Lei visa diminuir a número de multas causadas quando os motoristas passam acidentalmente pelo sinal vermelho, como, por exemplo, acontecem falhas técnicas no veículo.

“Essa lei visa proteger o cidadão. Do mesmo modo que queremos que ele não ultrapasse a velocidade permitida, também quero que as multas sejam aplicadas de forma mais justa”, finalizou Junior Rodrigues.

No caso de equipamentos já instalados, as empresas terão 90 dias para adaptação dos fotossenssores.