Cultura árabe de MS é projetada em palestras e espetáculos de dança gratuitos

Espetáculo de dança será apresentado em sete sessões, entre maio e junho – Foto: Marcelo Ribeiro

Para destacar a importância da participação dos povos árabes na construção histórica, econômica e cultural de Mato Grosso do Sul, o projeto Raízes do Oriente, idealizado pela bailarina e coreógrafa Ingridi Farah, realiza palestras com o advogado Munir Sayegh nos dias 5 e 12 de abril, das 19h às 20h, e também o ensaio aberto do espetáculo de dança, que será apresentado em sete sessões, entre maio e junho, no dia 27 de abril, das 20h às 21h. Tudo poderá ser conferido pelo instagram @ingridi_farah.

Filho de libaneses, Munir Sayegh também é mestre em Direito Econômico e vice-presidente da Federação Nacional das Entidades Líbano-Brasileiras de MS. “Nas palestras vou falar a respeito dos libaneses em Mato Grosso do Sul, por qual motivo vieram de lá pra cá, quais foram as rotas migratórias, em que ano chegaram no Brasil e em Campo Grande, quais suas contribuições e marcas, as atividades que desenvolveram. O público que a gente espera alcançar são pessoas interessadas nessa rica cultura que, com certeza, colaborou para o desenvolvimento do Estado”.

No ensaio online do espetáculo de dança, que será reproduzido em sete sessões entre maio e junho, as pessoas terão prévia do que vai rolar, com apresentações de danças diversificadas e que projetam a cultura árabe para o mundo. Através de danças folclóricas e populares, como a do ventre, o espetáculo visa resgatar as manifestações culturais e artísticas do Médio Oriente.

“O espetáculo promove o resgate social da história e cultura dos povos árabes, reconhecendo-as como agentes fundamentais no crescimento e desenvolvimento do Estado, além de mostrar as diversas identidades e etnias das danças latentes na cultura médio oriental, bem como os benefícios da prática delas tanto para os homens quanto para as mulheres ”, ressalta Ingridi Farah.

Raízes do Oriente

Financiado pelo FMIC (Fundo Municipal de Investimentos Culturais), por meio da Sectur (Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e Prefeitura Municipal de Campo Grande), o projeto Raízes do Oriente já realizou palestras e oficinas sobre diversas danças árabes entre novembro de dezembro do ano passado. Neste ano, nas últimas três sextas-feiras de março ofereceu oficinas gratuitas a respeito de dança como instrumento social e político, feminismo e masculinidade saudável, com a participação da psicóloga Ana Loureiro.

Serviço

O projeto Raízes do Oriente promove palestras gratuitas sobre a participação dos libaneses no processo de construção de Mato Grosso do Sul com advogado Munir Sayegh, nos dias 5 e 12 de abril, das 19h às 20h, e ensaio online do espetáculo no dia 27 de abril, das 20h às 21h. Tudo no instagram @ingridi_farah.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.