Coordenador de juventude de Dourados representa o MS em fórum nacional

Sérgio Silva (o 4º da esq./dir.) com membros da delegação de MS e o secretário nacional de Juventude, Assis Filho, durante o Fórum, em Brasília - Divulgação
Sérgio Silva (o 4º da esq./dir.) com membros da delegação de MS e o secretário nacional de Juventude, Assis Filho, durante o Fórum, em Brasília – Divulgação

O coordenador especial de Políticas Públicas para a Juventude de Dourados, Sérgio Silva, representará os municípios de Mato Grosso do Sul no Fomjuve (Fórum Nacional de Gestores Municipais de Juventude). Sérgio assume como delegado no biênio 2017/2019 e será membro votante em todas as decisões nacionais voltadas às políticas públicas para a juventude.

A eleição aconteceu no final de agosto, durante o II Encontro de Gestores Municipais e Estaduais de Juventude, em Brasília. O Fomjuve é composto por mais de 300 representantes, que compartilham informações sobre os programas de juventude desenvolvidos em suas respectivas localidades. O objetivo do Fórum é servir como um espaço de diálogo direto com os gestores de políticas públicas para juventude e com a Secretaria Nacional de Juventude.

Esta é a primeira vez que representantes de Mato Grosso do Sul compõem a diretoria do Fomjuve, que como presidente Maicon Nogueira, de Campo Grande, e Sandro Gonzales, de Sidrolândia, como coordenador regional do Centro Oeste.

Encontro nacional

O Encontro Nacional de Gestores Municipais e Estaduais de Juventude, promovido pela SNJ (Secretaria Nacional de Juventude), nos dias 23 e 24 de agosto, em Brasília, teve como pauta as políticas públicas de juventude, destacando as ações para os jovens brasileiros de 15 a 29 anos, que integram o Brasil Mais Jovem, sendo este um pacote de ações do governo federal para a juventude.

A programação diversificada contou com diálogos sobre os programas de juventude com os ministérios da Educação, Esporte, Turismo, Saúde, Cultura, Trabalho, Justiça e Segurança, Defesa, Direitos Humanos, Desenvolvimento Social, Integração Nacional e Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, as secretarias de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário e também sobre os programas que levam empoderamento e emancipação à juventude brasileira.

O coordenador douradense participou dos diálogos sobre projetos geridos pela SNJ, como Juventude Viva, Estação Juventude 2.0, ID Jovem, Plataforma Juventude Segura, Conjuve (Conselho Nacional de Juventude), Coijuv (Comitê Interministerial de Política de Juventude), a Biblioteca de Juventude e Plano Nacional de Startup’s.

“Foi um encontro de suma importância para Dourados, onde pudemos debater ideias, trocar experiência e consolidar projetos. Vamos buscar implementar esses programas que valorizam a população jovem de Dourados, de modo que o futuro de nossa gente seja assegurado com políticas públicas efetivas e a garantia de seus direitos”, disse Sergio, citando como exemplo o Programa ID Jovem, lançado na gestão da prefeita Délia Razuk e que beneficiará cerca de 20 mil jovens, garantindo acesso à meia entrada em shows e cinemas e também gratuidade em passagens rodoviárias interestaduais.