Visita é a 1ª de delegação de alto escalão em 10 anos

Após as Olimpíadas de Inverno impulsionar uma reaproximação entre as Coreias do Norte e do Sul, uma delegação sul-coreana desembarcou nesta segunda-feira (5) em Pyongyang para uma visita histórica.

A viagem da delegação enviada por Seul durará dois dias e terá como principal objetivo promover o diálogo entre a Coreia do Norte e os Estados Unidos, além de tentar impedir que os norte-coreanos continuem produzindo armas nucleares.

De acordo com a emissora CNN, a comitiva da Coreia do Sul é formada por 10 pessoas, estando entre eles Suh Hoon, chefe do Serviço de Inteligência Nacional (NIS), e Chung Eui-yong, conselheiro de segurança. Na Coreia do Norte, a delegação sul-coreana irá realizar um encontro histórico com o líder norte-coreano, Kim Jong-un, e depois partirá para Washington, onde se reunirá com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para falar sobre os resultados da visita.

Após o término dos Jogos Olímpicos de Inverno, a relação entre as duas Coreias melhoraram. Na cerimônia de abertura da competição, sob a liderança de Kim Yo-jung, a Coreia do Norte enviou uma delegação do país para PyeongChang.

Por sua vez, na abertura dos Jogos, os Estados Unidos mandou uma comitiva sob a liderança do vice-presidente do país, Mike Pence.

Já na cerimônia de encerramento, a filha do presidente Donald Trump, Ivanka, liderou a delegação norte-americana.

Da AnsaFlash