O Grêmio usou o ‘time ideal’ para o confronto com o Flamengo no jogo que é um confronto direto por uma vaga no G6 do Campeonato Brasileiro. O Bahia visitou o Grêmio nesta quarta-feira (16), na Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS) e saiu com a importante vitória por 1 a 0. O duelo, válido pela 26ª rodada, foi decidido com um pênalti para o time comandado por Roger Machado nos minutos finais, convertido por Arthur Caíke.

Com o resultado, o Tricolor Baiano chega a 41 pontos conquistados, ultrapassa momentaneamente o Internacional, que ainda joga na rodada, e sobe para a sétima colocação. O Tricolor Gaúcho tem a mesma pontuação, mas ocupa o sexto lugar por conta dos critérios de desempate.

Pela próxima rodada, o Imortal entra em campo no sábado (19), às 17h (de Brasília), quando visita o Fortaleza no Castelão, em Fortaleza (CE). Já o Esquadrão de Aço recebe o Ceará no Estádio de Pituaçu, em Salvador (BA), na segunda-feira (21), às 19h30.

O jogo 

A partida começou muito equilibrada, com poucas oportunidades criadas nos minutos iniciais. A primeira boa chance veio aos nove minutos, pelos pés do Grêmio. Cebolinha fez o cruzamento após confusão na área do Bahia, Alisson escorou e a bola sobrou para Geromel, que, livre, mandou por cima da meta adversária.

O Tricolor Baiano tentou responder com ataques em velocidade e chutes de média e longa distância, mas acabou parando em defesas seguras de Paulo Victor.

Aos 32 minutos, Everton fez bela jogada pela direita e foi travado pela defesa baiana. Então, Luan pegou a sobra e bateu da entrada da área. A bola fez uma trajetória estranha e surpreendeu Douglas, que demonstrou reflexo para evitar o gol dos donos da casa. Cinco minutos depois, Alisson arriscou de longe e exigiu mais uma boa intervenção do arqueiro visitante.

A melhor oportunidade gremista veio aos 43. Tardelli recebeu pela direita, cruzou na área e Flávio cortou para trás. A bola subiu, encobriu Douglas e bateu no travessão. Na sequência, a defesa do Bahia afastou e os gaúchos pediram pênalti, mas a arbitragem não marcou nada.

A etapa complementar foi lá e cá. Fechando o meio, o Bahia passou a provocar diversos erros do Grêmio no campo de ataque e dificultou a infiltração dos donos da casa. Aos 33 minutos, os visitantes levaram grande perigo à meta de Paulo Victor. João Pedro tirou os marcadores e passou para Élber, que cortou e encheu o pé, exigindo grande defesa do arqueiro gremista.

Nos minutos finais, montanha-russa de emoções para a torcida gaúcha. Aos 40 minutos, Pepê foi lançado por Everton na cara do gol, mas desperdiçou a chance derradeira. Três minutos depois, Marco Antônio foi derrubado por Léo Moura na área e o árbitro marcou o pênalti com auxílio do VAR. Na cobrança, Arthur Caíke converteu e garantiu o importante triunfo do Bahia.

Ficha Técnica
Grêmio 0 x 1 Bahia

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 16 de outubro de 2019 (quarta-feira)
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (FIFA-PR)
Assistentes: Bruno Boschilia (FIFA-PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)
VAR: Adriano Milczvski (PR)

Público total: 13.614
Renda: R$ 355.349,00

Cartões amarelos: Matheus Henrique, Kannemann, Léo Moura (Grêmio); Guerra, Gregore (Bahia)
Gol: Arthur Caíke, aos 45 minutos do segundo tempo (Bahia)

GRÊMIO: Paulo Victor; Léo Moura, Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Matheus Henrique, Maicon (Thaciano), Alisson (Pepê), Luan (Patrick) e Everton; Diego Tardelli.
Técnico: Renato Gaúcho

BAHIA: Douglas Friedrich; João Pedro, Lucas Fonseca, Juninho e Giovanni; Gregore, Flávio e Guerra (Marco Antônio); Gilberto (Arthur Caíke), Élber (Ronaldo) e Artur.
Técnico: Roger Machado

Da Gazeta Esportiva

Orteco