Com novo técnico e Ramon de volta, Sete busca recuperação no Brasileiro

Ramon Baiano volta ao Sete neste domingo - Foto: Noé Faria
Ramon Baiano volta ao Sete neste domingo – Foto: Noé Faria

Time douradense precisa vencer os três jogos que restam para se manter com chances de classificação

O Sete de Dourados volta a enfrentar o Luziânia-DF neste domingo, às 16h, pela Série D do Campeonato Brasileiro e a ordem é esquecer o resultado do último jogo e se manter vivo na competição. A goleada sofrida na casa do adversário provocou mudança na Comissão Técnica e baixas no elenco e Márcio Santos, experiente zagueiro de 38 anos e agora o treinador do time tem a missão de buscar a primeira vitória do time na competição.

Márcio é o terceiro treinador do Sete no Brasileiro. Nei César seguiu com o trabalho após terminar o Campeonato Estadual na quarta posição, mas caiu com a derrota sofrida na estreia em Rondonópolis-MT. Bazílio Amaral assumiu o time, mas não resistiu à derrota em casa para a Aparecidense-GO e depois o revés por 5 a 0 para o Luziânia. Com ele saíram o zagueiro Neto, o atacante Acosta e, por último, o meia Marlon, todos pediram rescisão durante a semana.

Com as baixas, além de mudanças à critério do novo treinador, o Sete terá uma formação diferente para a partida deste domingo. Nos treinos durante a semana, o volante Primo, titular no Estadual, mas não utilizado por Bazílio, pode retornar ao time titular. Outra novidade deve estar na zaga. O zagueiro Ramon Baiano teve a transferência para o Joinville-SC frustrada e retornou ao clube, treinou e fica à disposição para o jogo.

A definição do time, porém, Márcio vai ter apenas momentos antes da partida. “Tenho dúvida para montar o meio e o ataque e até como posicionar o Leandro Branco”. O time que começa o jogo deve ter Diego no gol; Léo Felix, Thiago Moura, Binho (Ramon Baiano) e Jô; Buru (Primo), Peu, Leandro Branco (Pavão) e Otacílio Neto (Leandro Branco); Leandrinho e Sadan.

Vencer o Luziânia é o único resultado que mantém o Sete na disputa por classificação, mesmo que ainda remotamente. Ainda sem pontuar, o time douradense precisa fazer os nove pontos do returno desta primeira fase e ainda torcer para que os resultados dos outros jogos, dentro e fora do grupo A11 lhe favoreçam. Na outra partida desta quarta rodada, o União-MT recebe a Aparecidense, também no domingo.

Sete e Luziânia jogam com arbitragem de Leandro Cunha de Oliveira, de Tocantins. Os árbitros assistentes são os sul-mato-grossenses Daiane Caroline Muniz dos Santos e Edson Campos de Mendonça.