Carteiras digitais avançam no Brasil e permitem pagamentos online seguros

Quanto mais as compras online se popularizam, mais crescem as opções de carteiras digitais – Fonte: Pixabay

Com o boom do e-commerce e a necessidade de métodos de pagamento seguros, tendo em vista a grande quantidade de fraudes e roubo de dados, as chamadas carteiras digitais (e-wallets) estão conquistando cada vez mais mercado.

Essas carteiras nada mais são do que contas em uma plataforma que podem ser “carregadas” com créditos ou então acoplar um cartão de crédito/débito ou conta bancária para fazer pagamentos de todo tipo.

Um caso é a Pay4Fun, uma fintech criada em 2017 que está crescendo de forma exponencial, aproveitando também o aumento do número de usuários de plataformas de apostas online. É importante que o jogador antes de escolher a carteira, entenda as alternativas de depósito da Betfair, por exemplo, mas é inegável os benefícios que esse tipo de pagamento traz para os consumidores.

Maior segurança

O principal ponto positivo de uma carteira digital é sua segurança. A cada compra feita na internet o cliente precisa informar os dados, por exemplo, de seu cartão de crédito. Mesmo em lojas com credibilidade é possível que essas informações sejam vazadas e aproveitadas por golpistas, afinal está tudo ali: nome, número, código de segurança e data de validade.

Esse é um problema especialmente para quem faz muitas compras em diversos sites, o que só aumenta as chances de uma clonagem.

Com a carteira digital não há esse problema. O único dado pedido na hora da compra é o email dessa carteira. Logo uma página segura é aberta e toda a transferência é por ali comandada.

A forma de funcionamento das carteiras virtuais pode variar bastante. Todas elas aceitam a ligação com um cartão de crédito/débito e qualquer compra é debitada nesses cartões, protegendo as informações cedidas. Algumas empresas, como a citada Pay4Fun, oferecem um cartão pré-pago das bandeiras Visa ou Mastercard que pode ser usado em comércios físicos também. O CEO da empresa, Leonardo Baptista, declarou em entrevista ao GMB que o foco é também atender os desbancarizados (pessoas que não tem uma conta bancária).

Há ainda algumas com a opção de colocar créditos na conta, seja fazendo uma transferência bancária, cartão ou até recebendo dinheiro de outras contas ou pessoas. Independente se a carteira eletrônica funcionar apenas como um elo do cartão com o pagamento ou se tem créditos próprios, ela oferece segurança e uma facilidade no pagamento, já que todas as transferências são automáticas.

Cuidados a se ter

Não é porque há uma camada extra de segurança que se deve deixar de ter atenção ao usar uma carteira eletrônica ou comprar online.

Primeiro de tudo, ao criar uma conta é preciso ter uma senha segura. Afinal, o acesso a essa conta de terceiros pode gerar um grande rombo financeiro. Misture números, letras e sinais e troque as senhas de tempos em tempos.

Segundo o cuidado com a loja onde está sendo feita a compra precisa ser mantido. Saiba a reputação do comércio, mesmo que ele seja online, busque avaliações na internet caso a loja não seja conhecida e até entre em contato com o atendimento ao cliente se quer mais informações.

O ponto positivo na questão da segurança é que as empresas das carteiras digitais fazem suas próprias análises dos comércios, afinal eles não irão unir suas marcas a golpistas. Mesmo assim, verifique se o terminal que abre para colocar os dados da carteira digital é real, se não há erros crassos de português. Afinal, é possível que essa janela seja falsificada para pegar seus dados.

Por fim, ative as autenticações em dois fatores e sempre fique atento nas compras para ver se a cobrança não será recorrente (mês a mês por exemplo). Isso tudo é informado na hora da compra e no extrato das carteiras.

Onde elas são encontradas

Depois de anos só aceitando pagamentos com cartão ou boletos, as lojas estão começando a abrir seus leques de opções de pagamento, incluindo as carteiras digitais. A opção pelo PayPal pode ser encontrada em diversos comércios, afinal é a marca mais famosa e tem duas décadas de história.

Mas é interessante notar que as casas de apostas são as ditadoras de tendência nesse quesito. Citamos a Betfair que agora tem uma parceria com a Pay4Fun, mas é possível citar outras que aceitam Skrill, Neteller, AstroPay e também começam a marcar presença no mundo das criptomoedas.

Com isso não estranhe se logo uma compra de alimentos ou roupa possa ser paga com uma carteira digital de sua escolha ou até com Bitcoin e Litecoin na grande maioria das lojas.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.