Brasil assina contrato para compra de 10 milhões de doses da vacina Sputnik V

A Vacina Sputnik V – Foto: EPA

O Ministério da Saúde assinou nesta sexta-feira (12) um contrato para adquirir 10 milhões de doses da vacina Sputnik V, que serão importadas da Rússia pelo laboratório União Química. As informações são da CNN Brasil.

A informação havia sido adiantada pelo âncora da CNN, Caio Junqueira.

O cronograma da pasta prevê que 400 mil dessas doses cheguem até o final de abril, 2 milhões em maio e o restante, até o fim de junho.

O imunizante ainda não tem autorização para uso emergencial ou registro concedido pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Em entrevista coletiva mais cedo, o gerente-geral de medicamentos da agência, Gustavo Mendes, disse que o laboratório não enviou resposta às exigências feitas pelo órgão regulador, mas que a Anvisa segue aberta para discussão.

“A expectativa é que os próximos passos sejam tomados pela empresa”, afirmou ele.

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco, também destacou que a aprovação da agência é necessária para o início das aplicações.

“Agora, para que possamos efetivamente aplicar a Sputnik V em nossa população e realizar os pagamentos após cada entrega de doses dessa vacina, só necessitamos que a União Química providencie com a Anvisa, o quanto antes, a autorização para uso emergencial e temporário”, disse em nota.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.