Bolsonaro é denunciado por ONG por devastação da Amazônia

Entidade diz que ações do governo podem causar 180 mil mortes

Desmatamento da Amazônia aumentou durante governo Bolsonaro – Foto: EPA

Uma ONG austríaca entrou com uma representação contra o presidente Jair Bolsonaro no Tribunal Penal Internacional (TPI), com sede em Haia, por causa da devastação da Amazônia.

De acordo com a ação movida pela entidade AllRise, o governo Bolsonaro conduz ataques “sistemáticos” contra a maior floresta tropical do planeta.

“O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, está destruindo a Amazônia. Suas ações ameaçam todos nós. Hoje, o planeta está lutando de volta. Estamos apresentando denúncias contra Bolsonaro no Tribunal Penal Internacional. Juntos, vamos responsabilizá-lo”, disse a ONG austríaca no Twitter.

A entidade usa como argumento o aumento do desmatamento e dos incêndios na Amazônia durante a gestão Bolsonaro, que, por consequência, turbinam as emissões de dióxido de carbono (CO2) no Brasil.

“O crescimento das emissões ligadas ao desmatamento durante a gestão Bolsonaro responde por aproximadamente 1% das emissões globais de gases do efeito estufa todos os anos, quase a mesma coisa que o total de emissões do Reino Unido”, diz a denúncia.

“Baseado em uma recente estimativa de mortes relacionadas ao aquecimento global esperadas para os próximos 80 anos devido às emissões produzidas atualmente, mais de 180 mil mortes em excesso ocorrerão globalmente até 2100 por causa das emissões ligadas ao desmatamento causadas pelo governo Bolsonaro”, acrescenta a ação.

O presidente do Brasil já é alvo de outras representações movidas por ambientalistas no TPI, corte geralmente voltada para crimes de guerra e contra a humanidade.

Da AnsaFlash

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.