Banco de Alimentos atende 2,2 mil famílias – Foto: Marcos Pierry

Um espaço do Viveiro Municipal que recebeu limpeza e preparação para comportar uma horta já permitiu as primeiras colheitas na manhã desta sexta-feira (28) através do Banco de Alimentos da Secretaria Municipal de Agricultura Familiar, da Prefeitura de Dourados.

“O que era capim está se tornando uma horta agroecológica. É um pedido da prefeita Délia, para produzirmos e atendermos as famílias inscritas no banco de alimentos”, resumiu o secretário de Agricultura Familiar.

Em torno de 20 caixas de hortaliças produzidas na horta foram colhidas e levadas para a dinâmica de distribuição do Banco. “Hoje foi o fim do primeiro ciclo de trabalho. Ao longo de dois meses fizemos o preparo do solo em uma área importante do Viveiro. Mais um braço do Banco de Alimentos”, disse Dalton Santos, diretor do Banco.

Estabelecido através de um decreto, no ano de 2007, o Banco de Alimentos ganhou força na administração da prefeita Délia Razuk. Por opção da prefeita, o fomento a esta de promoção do direito humano à alimentação adequada tem sido trabalhado com afinco e os resultados são satisfatórios em vários segmentos.

O Banco de Alimentos é uma ferramenta social muito forte com atendimento que chega a 2,2 mil famílias.