Zé Teixeira diz que buscará 7º mandato e ficará com Reinaldo

Deputado Zé Teixeira discursa durante encontro com correligionários e amigos na noite de quinta-feira no auditório do Alphonsus Hotel, em Dourados – Foto: Hédio Fazan

Deputado estadual reúne apoiadores e amigos em encontro informal no Alphonsus Hotel, em Dourados, recebe apoio do ex-prefeito Murilo Zauith e de vereadores de quatro partidos diferentes

O deputado estadual Zé Teixeira (DEM) anunciou na noite de quinta-feira, em encontro com apoiadores e amigos no auditório do Alphonsus Hotel, em Dourados, que buscará o 7º mandato consecutivo e que independente do rumo que o Democratas tomar, ele vai apoiar a candidatura a reeleição do governador Reinaldo Azambuja (PSDB). “Eu andei esse Estado inteiro construindo a candidatura do Reinaldo ao governo e já decidi que vou apoiar a reeleição dele porque vi de perto tudo que ele fez pela saúde, tirando mais de 50 mil pessoas da fila de espera por cirurgias eletivas; tudo que fez na infraestrutura, na educação e na segurança pública, de forma que não posso deixar de seguir com o Reinaldo”, afirmou Zé Teixeira diante de aplausos dos convidados que lotaram o auditório. “Não tenho nada contra o André (Puccinelli) ou contra o Odilon (Oliveira), o que tenho é compromisso com o Reinaldo”, completou.

Ao falar para seus apoiadores e amigos o deputado enfatizou a forma como ele faz política. “Eu levo meus mandatos da mesma forma que eu levo a minha vida, porque sou eleito para representar aqueles que me confiaram o voto e faço por eles o mesmo que faço na minha vida privada”, ressaltou. O desafio de seguir na política depois de seis mandatos consecutivos não incomoda o deputado Zé Teixeira. “Há poucos dias aconteceu a eleição para governador do Tocantins, para um mandato de apenas seis meses, e o eleito recebeu 48% dos votos válidos, enquanto brancos e nulos somaram 52%”, lembrou. “As pessoas estão desacreditadas dos políticos, por isso tem que analisar a vida dos candidatos que se apresentarem para saber como eles estão conduzindo seus mandatos, suas famílias, seus negócios e em meio a tantos candidatos é impossível não achar alguém que mereça a confiança”, orientou.

Zé Teixeira lembrou que todos os mandatos dele foram a serviço da população e do setor produtivo. “Faço meus mandatos com dedicação, tanto que nunca troquei o número do celular, não deixo de atender uma ligação e quando não é possível atender, sempre retorno a ligação”, ressaltou. “Minha assessoria está comigo há 23 anos e tenho orgulho em afirmar que as pessoas que trabalham no gabinete nunca deixaram de responder um único pedido, mesmo que seja para falar não”, completou. “Nunca entrei em gabinete de nenhum governador na função de deputado estadual para pedir algo para mim, sempre entrei para pedir em defesa das pessoas e do setor produtivo rural”, concluiu Zé Teixeira ao afirmar que vai disputar mais um mandato para seguir defendendo o setor mais gera empregos diretos e indiretos, que mantém o país em pé e que garante os impostos que proporcionam melhorias na vida das pessoas.

O deputado fez duras críticas à falta de comando na esfera nacional e disse que a ausência do poder público está fazendo com que o crime organizado mande no país. “Vejam o que acontece hoje no Rio de Janeiro, um Estado rico que está sob intervenção na segurança pública”, apontou Zé Teixeira. “O governo federal vem aqui (no Mato Grosso do Sul) e anuncia o Sisfron (Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras) que até agora não surtiu nenhum resultado”, completou. “Enquanto isso, o Estado tem 15 mil presos e 70% deles são por tráfico de drogas ou armas, ou seja, são presos federais que o governo do Estado tem que sustentar”, desabafou o deputado lembrando que o Brasil gasta mais para manter um preso do que para pagar um professor.

Ao final, Zé Teixeira deixou claro que torce para que o presidente da Executiva Estadual do Democratas, o ex-prefeito Murilo Zauith opte pela disputa por uma cadeira no Senado Federal. “Quero que o Murilo decida o quanto antes porque a Grande Dourados precisa de um senador da República”, afirmou o deputado para aplausos do público. “O Murilo não foi eleito senador em 2010 por injustiça e o outro que foi eleito sumiu de Dourados”, completou. “Por onde o Murilo passou nos seus mandatos nunca ficou uma mancha e isso é muito importante nos tempos atuais, quando a sociedade exige honestidade na política”, completou Zé Teixeira.

Murilo

Ao discursar, o presidente da Executiva Estadual do Democratas não economizou elogios ao deputado Zé Teixeira. “Quando o seo Zé organiza reunião todos vêm, mesmo depois de um dia de trabalho vocês estão aqui para falar de política e isso é raro num momento de descrédito da sociedade com os políticos”, disse Murilo. “Quando a população sabe o nome de cada ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e não sabe escalar a Seleção Brasileira é porque algo não está bem no país”, analisou Murilo. “Os 3 Poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) deveriam atuar em harmonia, mas quando o Executivo está manco, o Judiciário ganha o protagonismo que estamos vendo hoje”, completou o ex-prefeito.

Na sequência, Murilo fez uma defesa enfática de mais um mandato para o deputado Zé Teixeira. “O parlamento de Mato Grosso do Sul passa pelo trabalho dedicado e sério do nosso deputado”, afirmou. “Hoje, a maior autoridade do Estado é o governador Reinaldo Azambuja e falo com toda convicção que a segunda maior autoridade política de Mato Grosso do Sul é o deputado Zé Teixeira, um homem que é o equilíbrio entre os Poderes Executivo e Legislativo, trabalhando em prol de todo setor produtivo e ajudando a garantir a estabilidade que o Estado precisa para seguir adiante”, finalizou Murilo Zauith.