Vigilância em Saúde recebe veículos para ações de combate a dengue nos municípios

Secretário Geraldo Resende entregou os veículos nesta sexta-feira – Foto: Edemir Rodrigues

A Coordenadoria Estadual de Controle de Vetores e Zoonoses recebeu, nesta sexta-feira (1º), três veículos que serão utilizados no fortalecimento das ações de combate ao mosquitoAedes aegyptinos 79 municípios de Mato Grosso do Sul. Um quarto veículo foi entregue para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen).

A entrega foi feita pelo secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende com a presença, entre outros, de superintendentes e técnicos e da superintendente de Vigilância em Saúde, Larissa Domingues Castilho.

Com a ação já somam 63 veículos, complementando os outros 59 que foram entregues em dezembro do ano passado para os municípios sul-mato-grossenses que cumpriram as metas referentes ao exercício de 2018.

Os recursos são oriundos do Governo Federal e a destinação para Mato Grosso do Sul foi articulada pelo secretário da SES, ainda quando exercia o mandato de deputado federal, em parceria com o Governo do Estado.

“Esses veículos, bem como aqueles entregues aos municípios, devem ser utilizados exclusivamente nas ações de combate ao mosquito transmissor da dengue. Estamos vigilantes e pedindo que todos os agentes públicos incumbidos dessa missão, façam o uso adequado das estruturas postas na guerra contra a dengue, como é o caso dessas caminhonetes”, salientou Geraldo Resende.

Ações

Entre as ações desenvolvidas pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) no combate à dengue está o suporte técnico e logístico aos municípios. Também investe em estrutura, distribuindo equipamentos e materiais aos municípios, como uniformes para agentes de combate a endemias, bolsas de lona, equipamentos de proteção individual (EPI) bombas de Ultra Baixo Volume, inseticidas, além de smartphones com o sistema e-Visita instalado.

O Governo do Estado, por meio da SES, também renovou o estoque de bombas motorizadas, sacos de lixo e luvas, além de material de informação e divulgação ao público, entre elas folders, cartazes, banner, faixas. Uma das principais ações foi a instalação da Sala Estadual de Situação, na qual são registrados os dados colhidos pelos agentes em seus municípios para facilitar a adoção de medidas emergenciais nessas localidades.