Vereador Laudir solicita tapa-buracos, recapeamento e quebra-molas para atender população

Indicação foi apresentada na 12ª Sessão Ordinária – Crédito: Valdenir Rodrigues

Na 12ª sessão ordinária na Câmara Municipal de Dourados, realizada na segunda-feira (25), o vereador Laudir Munaretto (MDB) apresentou indicações ao Executivo Municipal para tapa-buracos, recapeamento e implantação de quebra-molas.

Uma das indicações encaminhadas trata da necessidade de um serviço de tapa-buracos na Rua Dom Joao VI, no percurso que compreende os Bairros Jardim Ouro Verde e Pelicano. A medida visa garantir o trafego seguro na região.

O vereador também solicitou a implantação de um quebra-molas na Rua Adolfo Paiva, em frente ao nº 1130, no Jardim Novo Horizonte, conforme placa de sinalização já instalada no local. Segundo populares, a sinalização inadequada no local tem se tornado causa de ocorrências registradas diariamente.

Também foi solicitado o recapeamento da Rua Joaquim Alves Taveira, entre as ruas Quintino Bocaiuva e Balbina de Mattos. A via está em condições precárias e a recuperação do pavimento objetiva a segurança dos motoristas que acabam fazendo manobras perigosas em decorrência dos buracos.

“O recapeamento asfáltico e a implantação de quebra-molas são medidas urgentes e necessárias para melhorar as condições do tráfego e possibilitar maior segurança nessas regiões, tanto para os motoristas, quanto para os pedestres”, explicou o vereador Laudir.

Os documentos foram endereçados para o prefeito municipal, Alan Aquino Guedes de Mendonça, ao secretário de Governo e Gestão Estratégica, Wellington Henrique Rocha Lima, ao secretário de Serviços Urbanos, Romualdo Diniz Salgado Junior, a diretora da Agência Municipal de Transportes e Trânsito de Dourados (Agetran), Mariana de Souza Neto, e ao secretário de Obras Públicas, Luis Gustavo Casarin.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.