Unimed Campo Grande arrecada mais de 5 mil fraldas geriátricas para Asilo

Para os cooperados e colaboradores da Unimed Campo Grande, o Natal é mais do que uma data para celebrar. Unidos com o propósito de auxiliar a maior casa para idosos da cidade, o Asilo São João Bosco, os profissionais arrecadaram mais de 5.958 mil unidades de fraldas geriátricas. O presente beneficiará 76 idosos e foi entregue no sábado (16), na sede da instituição.

O diretor do Asilo São João Bosco, Gersino José dos Santos, afirma que todas as doações são bem vindas. “Nós só temos a agradecer. Graças a Deus nós podemos contar com esse auxílio, precisamos muito da ajuda de todos para manter o asilo. Tudo que vier beneficiará os idosos”, explica.

Criado em 1923, o Asilo São João Bosco foi fundado pelo padre Archangelo Lanzilloti, em uma pequena casa. A partir desta data, a história da instituição se mistura em muito com a de Campo Grande, sendo que a segunda sede veio por meio de doação de uma das famílias mais tradicionais da cidade, os Baís. Foram eles os responsáveis por doar um terreno localizado na rua 26 de agosto, com acomodação para 50 idosos.

Após passar por períodos difíceis, a diretoria do Asilo recebeu a doação da última e definitiva casa, no bairro Tiradentes, da Prefeitura Municipal de Campo Grande. Com apoio da comunidade e da iniciativa público-privada, o Asilo se mantém atualmente e já recebeu cerca de 1 mil idosos entre 1996 e 2015.

O grande fluxo de idosos acarreta em uma necessidade constante da instituição por doações. Foi pensando nisso que a Unimed Campo Grande lançou a campanha de Natal para cooperados com o foco em ajudar a casa. “Das últimas arrecadações que a gente teve, essa foi uma das mais intensas em questão de colaboração. As pessoas se envolveram muito na doação de fraldas. Como nós recebemos aos poucos você não tem tanta noção, mas quando contamos deu quase 6 mil fraldas. Foi incrível”, acredita Marta Luciana Miranda de Almeida Brissov, analista Gestão de Pessoas.

A colaboradora esclarece que além das fraldas, o grupo de voluntários que realizou a entrega, também fez questão de visitar e trocar algumas palavras com os idosos. “O envolvimento que nós tivemos foi muito grande, tanto da parte dos colaboradores quanto dos cooperados. Nós realmente participamos da doação, até mesmo colaboradores que nunca foram voluntários fizeram questão de ir, conhecer, dar um oi para os idosos”, ressalta.