Três grupos de risco puxam para baixo índice de vacinação em Dourados

Crianças, gestantes e indígenas ainda não alcançaram o percentual mínimo de cobertura vacinal – Foto: Assecom

Segundo dados divulgados pelo Departamento de Vigilância em Saúde, da Secretaria Municipal de Saúde de Dourados, crianças, gestantes e indígenas, três dos sete grupos de risco para receber vacina contra a gripe, ainda não alcançaram o percentual mínimo de cobertura vacinal e ‘puxam’ para baixo o índice geral da Campanha de Vacinação contra a Influenza 2018 em Dourados.

Com isso, a Secretaria Municipal de Saúde segue recomendando as pessoas inseridas nestes grupos de risco que compareçam aos postos de saúde para receber a dose trivalente contra o vírus. O mínimo de cobertura exigido pelo Ministério da Saúde é 90%.

Segundo dados da cobertura, a população estimada entre os grupos prioritários é de 60.885 pessoas e a cobertura alcançou 87,28%, com 53.142 doses aplicadas, abaixo ainda do que o Ministério preconiza.

O que mais preocupa, segundo a Secretaria de Saúde, é a cobertura do grupo de crianças com até 5 anos, que alcançou índice de 75,13% tendo 11.191 doses aplicadas de um total de 14.896 estimadas. Este grupo prioritário é estipulado justamente pela fragilidade dos pequenos diante desta doença.

Em seguida, também com pouca cobertura, aparecem gestantes e indígenas com cobertura de 76%. As gestantes, de um total de 2.918 pessoas esperadas, 2.222 foram aplicadas. Outras 10.673 foram aplicadas ao grupo dos indígenas, para o qual são esperadas 14.027 pessoas.

Perto de atingir o índice mínimo está o grupo de puérperas, com 89%, tendo sido aplicadas 429 doses, de um total de 480.

Já os trabalhadores em saúde estão próximos de atingir 100% de cobertura vacinal das 7.545 pessoas aguardadas. Já foram aplicadas 7.463 doses com cobertura de 98,91%.

Já os grupos de idosos e professores extrapolaram a meta, com mil doses a mais aplicadas em cada grupo prioritário. Os idosos, outra parcela mais suscetível à doença, tiveram 107,58% de cobertura com 19.613 doses aplicadas. Eram esperadas 18.231 pessoas. O grupo professores, com população de 2.788 pessoas esperadas, teve 3.713 doses aplicadas com cobertura vacinal de 133,18%.