Dormir bem pode trazer benefícios para a pele

A maneira como dormimos tem impacto sobre vários aspectos de nossa saúde, tanto física, quanto mental. O sono da beleza é considerado por muitos um dos ingredientes principais para manter manter a beleza e a vitalidade da pele, e esse fato está cada vez mais perto de ser cientificamente comprovado.

Uma pesquisa realizada por biólogos da Universidade de Manchester, na Inglaterra, mostrou que dormir bem pode estar relacionado com a recuperação das fibras de colágeno. O colágeno é uma proteína de rápida absorção que pode ser encontrada naturalmente no organismo. Ela é responsável pela elasticidade e resistência da pele, saúde do cabelo, unhas e constituição das fibras que sustentam ossos, músculos e articulações.

O estudo, liderado por Karl Kadler, descobriu que existem dois tipos de fibrilas do colágeno: um tipo mais grosso, com 200 nanômetros de diâmetro, e um tipo mais fino, medindo 50 nanômetros. As fibrilas são estruturas semelhantes a cordas de colágeno, que são tecidas pelas células para formar tecidos.

A parte mais importante da pesquisa foi a descoberta de que as fibrilas mais grossas se desenvolvem até os 17 anos de idade da pessoa e permanecem no corpo durante toda a vida. Já as fibrilas finas se quebram durante o dia, devido ao esforço realizado pelo corpo durante as tarefas do cotidiano, mas são repostas durante a noite, enquanto dormimos.

Assim, durante o sono, as fibrilas finas se recuperam para serem quebradas durante o dia, protegendo a matriz principal que seguirá saudável. “Se você imaginar os tijolos das paredes de uma sala como a parte permanente, a tinta que cobre as paredes poderá ser vista como a parte que precisa ser reabastecida de vez em quando”, explica Kadler. Além disso, os resultados permitem uma análise mais aprofundada de processos como a cicatrização e o envelhecimento.

Como repor o colágeno do corpo?

Com o avanço da idade, a quantidade de colágeno produzido pelo corpo diminui consideravelmente. Nesse caso, um dos fatores que mais podem contribuir para retardar a perda dessa proteína é a alimentação. Priorizando a ingestão de certos alimentos, fica muito mais fácil para o organismo repor o colágeno.

Entre os alimentos com essa função, estão carnes, ovos e peixes, tão presentes em receitas fitness, colaborando para manter um bom nível de colágeno. Além deles, leguminosas, frutas vermelhas, feijão e alimentos ricos em vitamina C são grandes aliados para manter uma boa saúde com o passar dos anos.

Deputado Zé Teixeira