Sistema S realiza evento para discutir retomada da economia nos setores de bares e restaurantes em MS

O Sistema Fecomércio MS, a Fiems, a Abrasel e as secretarias de Estado, de Infraestrutura e Desenvolvimento Econômico, realizam na próxima segunda-feira (17), às 19h, uma reunião de alinhamento para discutir a retomada da economia nos setores de bares e restaurantes em Mato Grosso do Sul. O evento será realizado na Casa da Indústria, localizada na Avenida Afonso Pena, em Campo Grande.

“É uma reunião para discutirmos, juntos, as propostas de soluções para retomarmos as atividades nos setores de bares e restaurantes, que estão atravessando uma grande crise em razão das restrições de atendimento por conta da pandemia da Covid-19. Um movimento de retomada, na tentativa de encontrar alternativas para os principais problemas enfrentados pelos empresários, seja em liberação de crédito, redução de impostos, flexibilização na legislação, ou seja, aquilo que for mais urgente para o empresário manter seu empreendimento”, afirma o presidente do Sistema Fecomércio MS, Edison Araújo.

Segundo dados da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de Mato Grosso do Sul (Abrasel), o Estado tem hoje 6.746 bares, restaurantes e estabelecimentos congêneres que vêm sofrendo com a grave crise causada pelas medidas de restrição adotadas em função da pandemia, e a categoria vem reivindicando ao governo do Estado a isenção de uma série de impostos, pelo período de 12 meses.

O segmento amargou queda de 85% no faturamento, e muitos empresários não estão conseguindo honrar a folha de pagamento, acumulando dívidas e enfrentando dificuldades de acesso ao crédito. “Temos muito o que acrescentar, crescer, restabelecer no segmento e o empresário já tem uma conta muito alta a pagar no dia a dia. Nós, do setor produtivo, estamos debruçados na busca de alternativas, saídas e estratégias para alavancar o setor” afirma, ainda, Edison de Araújo.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.