Sinpol participa de reunião com a SAD; decisão sobre reposição inflacionária sai até dia 15

Giancarlo Miranda, presidente do Sinpol, participou da reunião na SAD – Assessoria

O presidente do Sinpol, Giancarlo Miranda, participou nesta quarta-feira, (28) junto de outras entidades que representam os policiais civis e penais, de reunião na Secretaria de Administração, com participação da secretária Ana Carolina Nardes e seu adjunto, Édio Viegas, para discutir o índice de reposição inflacionária, assunto cuja decisão será anunciada até o dia 15 de maio, conforme foi informado na ocasião.

Ambos disseram, ainda, que não foi o governo que levou à imprensa informações de que os servidores estaduais teriam auferido ganhos acima de 70% nos últimos anos e que tais números refletem tão somente o crescimento vegetativo da folha, com promoções, incorporações de servidores e não a ganhos salariais. O presidente do Sinpol informou, na ocasião, que a entidade publicou nota de repúdio diante da publicação sinuosa, na tentativa de mobilizar a opinião pública contra os servidores, tidos como “privilegiados”, aumentando o descontentamento da categoria.

“Muito pelo contrário, temos um dos piores salários do Brasil, somos linha de frente no combate à pandemia e não deixamos de atender à sociedade nesse momento crítico que todos passamos no País, a exemplo do mundo”.

Sobre a correção inflacionária, foi informado pela SAD que os impactos estão sendo levantados, uma vez que a Lei Federal 173/2020 proíbe acréscimos que não sejam a correção inflacionária do ano. As perdas inflacionárias, conforme dados do Dieese, chegam a quase 40% e somente nos últimos 12 meses, a completar em maio, mês da data-base, são de aproximadamente 7,4%.

Giancarlo ressalta que é necessário discutir com o governo um projeto mais amplo, de recomposição de perdas, com vigência a partir do ano que vem. Sobre isso, a secretária afirmou que o governo se coloca aberto às discussões. “Faremos uma assembleia online com previsão de ocorrer dia 07 de maio para debater nossa questão salarial e, em seguida, faremos visitas às delegacias, nos uniremos para tentar ter sucesso na construção de um projeto para 2022 que restabeleça nossa capacidade financeira”, finaliza Giancarlo.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.