Simpósio de Bioenergia do Mato Grosso do Sul discutirá o futuro do setor

A UDOP, a Biosul e a Fiems realizam no próximo dia 10 de junho, em Campo Grande, capital sul-mato-grossense, o Simpósio de Bioenergia do Mato Grosso do Sul. Com o tema O Futuro da Bioenergia, o evento acontecerá no formato presencial, no auditório da Casa da Indústria – Fiems, reunindo os principais elos do segmento, desde produtores, fornecedores de cana, instituições e lideranças políticas.

“O evento tem como público-alvo profissionais que atuam direta ou indiretamente no setor, bem como a mídia e formadores de opinião a cerca de um tema tão importante para as questões ambientais, tão bem preservadas neste estado que abriga uma das maiores biodiversidades do País”, destacam os organizadores.

Na programação de abertura o evento contará com representantes de entidades de classe e dos Poderes Executivo e Legislativo. Estão confirmados o Governador do Estado, Reinaldo Azambuja e a Deputada Federal Tereza Cristina, que na oportunidade será homenageada pelo setor sucroenergético em reconhecimento à sua contribuição, sem precedentes, para o desenvolvimento da bioenergia em todo o Brasil nos anos em que atuou como Ministra da Agricultura; além de senadores e deputados federais e estaduais, prefeitos e demais autoridades, que serão recebidas pelo Presidente da Fiems, Sérgio Marcolino Longen e pelo Presidente da UDOP e do Conselho da Biosul, Amaury Pekelman.

Após a solenidade de abertura a programação do evento segue com o tema “Tendências da mobilidade sustentável e o mercado de carbono”, com moderação do Presidente do Fórum Nacional Sucroenergético (FNS), Mário Campos Filho. O painel será aberto com a palestra “Cenários de Transição Energética” pelo Presidente/Fundador da Consultoria Datagro, Plínio Nastari.

Após a palestra inicial ocorrerá um debate com o tema geral: “Tendências do Mercado de Carbono pós COP-26” com a presença, além dos já enumerados,

Pietro Mendes – Secretário-Adjunto da Secretaria de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do MME; Jaime Verruck – Secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro); e Evandro Gussi – Presidente da Unica.

Após o almoço, o último painel do Simpósio discutirá “O Futuro das Energias Renováveis”, com moderação de Plínio Nastari – Presidente/Fundador da Datagro. O começa com uma palestra com o tema central e um debate sobre a “Visão dos empresários do setor da Bioenergia”, com participação de um representante do Grupo Raízen; de Gustavo Alvares – Presidente da Atvos; Renato Junqueira – Vice-Presidente de Açúcar, Etanol e Energia – Adecoagro; e Geovani Dilkin Consul – CEO BPBunge.

O Simpósio de Bioenergia do Mato Grosso do Sul termina com um coquetel entre os participantes.

Inscrições 

Para se inscrever, gratuitamente, os interessados deverão preencher a ficha de inscrição no portal UDOP em www.udop.com.br/simposio/ 

Sobre os realizadores

Biosul

A Associação de Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul é a entidade que representa as indústrias produtoras de etanol, açúcar e bioeletricidade do Estado. Criada em 2009, a entidade nasceu do propósito de modernizar a representação institucional do setor através do modelo de associativismo. O quadro de associadas é composto por todas as unidades sucroenergéticas em operação no Estado (17) e mais três projetos. Mais informações: www.biosulms.com.br 

UDOP

A União Nacional da Bioenergia foi fundada em 1985 e desde então trabalha em prol da capacitação profissional do setor, já tendo capacitado mais de 250 mil pessoas desde sua fundação, além de trabalhar na disseminação e no fomento de pesquisas que visem o aumento de produtividade e competitividade de toda a cadeia, representando, hoje, cerca de 20% de toda a cana-de-açúcar, açúcar e etanol produzidos no Brasil, com associadas em 11 estados brasileiros. Mais informações em www.udop.com.br 

Fiems

Com o objetivo de promover o desenvolvimento das indústrias e apoiar empreendedores e colaboradores, o Sistema Fiems é composto de um conselho de representantes dos Sindicatos Patronais da Indústria e de sua Diretoria.

Ele foi constituído em 1979 reunindo quatro unidades de negócios e ações de atendimento ao setor industrial de todo o Estado: a Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso do Sul (FIEMS), o Serviço Social da Indústria (SESI), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e o Instituto Euvaldo Lodi (IEL). Juntas, essas empresas oferecem às empresas sul-mato-grossense estratégias para o desenvolvimento industrial.

O Sistema Fiems é protagonista na evolução e na transformação da indústria de Mato Grosso do Sul, com o compromisso de apresentar novas tecnologias, promover educação inovadora, auxiliar no estágio, oferecer capacitação empresarial e ser referência não só para a indústria, mas para a sociedade em geral.

O trabalho é realizado diretamente nos municípios, oferecendo os instrumentos essenciais para fazer avançar a atividade industrial e, ao mesmo tempo, proporcionar melhor qualidade de vida aos homens e mulheres que integram a força de trabalho do setor em Mato Grosso do Sul.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.