Silas Zanata pediu a transformação da escola agrotécnica em militar – Foto: Thiago Morais

O vereador Silas Zanata (PPS) solicitou à Prefeita Municipal, Délia Razuk (PR), à senadora Soraya Thronicke (PSL), ao deputado federal Luiz Ovando (PSL), ao deputado federal Fabio Trad (PSD) e ao secretário municipal de Educação, Upiran Jorge, para que viabilize e adote providências visando transformar a escola municipal Agrotécnica Padre André Capelli em escola militar.

Segundo Silas Zanata, os altos índices de violência nas escolas públicas, principalmente nos grandes centros urbanos, tem tornado a “militarização” de escolas um alternativa cada vez mais comum, por ser uma opção de baixo custo e porque alcança toda a comunidade em que ela esteja inserida.

As práticas didático-pedagógicas nos Colégios Militares subordinam-se às normas e prescrições do Sistema de Ensino do Exército e, ao mesmo tempo, obedecem à Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDBEN), principal referência que estabelece os princípios e as finalidades da educação no País.

Silas lembrou ainda que o Sistema Colégio Militar do Brasil (SCMB) é formado por escolas que oferecem o ensino fundamental (do 6º ao 9º ano) e o ensino médio. Esses estabelecimentos de ensino, localizados em vários estados do Brasil, que propiciam educação de alta qualidade aos jovens.

Os colégios têm como meta levar seus alunos à descoberta das próprias potencialidades, à auto realização, à qualificação para o trabalho e prepará-los para a vida como cidadãos, educados conforme os valores, costumes e tradições do Exército Brasileiro.

Diante dos argumentos apresentados, solicitamos que seja viabilizado estudo para a transformação e cedência da EM Padre André Capelli em escola militar para dar continuidade e melhorar o bom andamento da vida escolar dos alunos que fazem uso daquele espaço.