Sessão Solene homenageia mulheres na Assembleia Legislativa

Determinação e coragem são sinônimos das mulheres homenageadas na Casa de Leis

Deputado e presidente Paulo Corrêa e sua esposa Adriana Corrêa – Foto: Victor Chileno

Empoderadas, surpreendentes, únicas. Utilizando seus diversos dons, nos lares ou em seus ofícios, as mulheres de todo o mundo encantam por sua garra e determinação. Aqui em Mato Grosso do Sul não é diferente, e nesta manhã (8), mais de 20 personalidades foram homenageadas na “Sessão Solene Dia Internacional da Mulher e entrega do troféu Celina Jallad”, proposta pelo deputado e presidente da Casa de Leis, Paulo Corrêa (PSDB).

Para o presidente Paulo Corrêa, o dia da mulher não deveria ser comemorado apenas hoje, e sim 365 dias por ano. “Estamos felizes pela celebração de hoje em que homenageamos as mulheres que juntas trabalham pelo desenvolvimento de Mato Grosso do Sul. Este dia é muito significativo, até porque esta Legislatura é formada por homens em sua totalidade. Temos consciência disso e aprovamos recentemente um requerimento por unanimidade para a criação da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Mulheres. O nome de Celina Jallad no troféu é uma homenagem muito importante. Ela faz muita falta nesta Casa de Leis, nós tínhamos por ela um profundo respeito, pois foi muito representativa na Assembleia Legislativa”, ressaltou.

Dione Hashioka, parlamentar que instituiu o Troféu Celina Jallad – Foto: Victor Chileno

Honraria – O troféu Celina Jallad, instituído pela Resolução 03/2011, é conferido anualmente às mulheres com reconhecida atuação no Estado. Celina Jallad deixou um legado de respeito e dedicação à todas as mulheres do Estado. Foi a terceira mulher a assumir um mandato no Legislativo Estadual e a primeira mulher a ocupar o cargo de conselheira do Tribunal de Contas do Estado (TCE/MS). Com carisma, simpatia e exercício de liderança com integridade e humildade em seus mandatos, a ex-deputada desbravou caminhos, defendendo sempre a igualdade social e a igualdade de gênero.

Homenageadas – Receberam o “Troféu Celina Jallad” Dione Hashioka, Mara Caseiro, Adiles do Amaral Torres, Ana Claudia O.M. Medina, Sra. Conceição (Bonito), Mirian Fatima Comparin Correa, Madalena Aparecida da Silva, Lilian Fernande de Oliveira Afonso Dias, Maria de Lourdes Tapparo, Dra. Ezilda Aparecida Araujo, Therezinha de Alencar Salem, Fabricia Oliveira Wanderley Flores, Morgana França Paiva Gavagliere, Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, Mara Rubia Benites Gamon, Mariana Lobato Arruda, Reni Domingos dos Santos, Vera Simone Gargione Adames Paes, Gisele de Almeida Serra Barbosa, Josephina Fernandes Capillé, Maritza Silveira Cogo, Maria Auxiliadora Martins, Carolina Conceição Silva Marques Rosa, Rubia da Silva Borges Loureiro e Elizângela Martins Biazotti.

A ex-deputada Dione Hashioka, autora da Resolução 03/2011, que instituiu o Troféu Celina Jallad, falou em nome das homenageadas. “E uma oportunidade ímpar ser homenageada hoje nesta Casa de Leis. Este evento marca a entrega do Troféu Celina Jallad, que significa a representatividade feminina do Estado. E por Celina Jallad temos carinho, respeito e gratidão. Além de celebrar as conquistas das mulheres, ainda há alguns debates e reflexões, um deles é a equiparação do número de mulheres na política, além de tantas outras pautas não menos importantes. As homenageadas aqui têm uma história de superação. E essa é a história de toda mulher. Parabéns a todas vocês que com coragem e determinação são a força de nosso Estado”, declarou.

A sub-secretária de Políticas Públicas para as mulheres (Sedhast), Luciana Azambuja Roca falou que hoje era o dia de lembrar que o lugar da mulher é onde ela quiser. “A data de hoje também serve para discutir o papel da mulher na sociedade. Os números da violência doméstica e feminicídio só aumentam no Estado. Peço aos parlamentares que defendam todas as pautas femininas. Também reitero aqui o compromisso do Governo do Estado de lutar contra todas as formas de preconceito de discriminação, trazendo mais respeito e dignidade para as mulheres”, relatou.

Também participaram da solenidade os deputados Antônio Vaz (PRB), Herculano Borges (SD), João Henrique (PR), Pedro Kemp (PT), Coronel David (PSL), Capitão Contar (PSL), Cabo Almi (PT), Renato Câmara (MDB), Jamilson Name (PDT), Professor Rinaldo (PSDB), Lucas de Lima (SD), Gerson Claro e Evander Vendramini, ambos do Partido Progressista. O presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, desembargador Paschoal Carmello Leandro, o deputado federal Luiz Ovando (PSL), o secretário especial no Escritório de Relações Institucionais e Assuntos Estratégicos do Estado no Distrito Federal, Pedro Chaves dos Santos Filho, a filha de Celina Jallad, Fabiana Jallad, também estiveram presentes na solenidade, além de outras autoridades.

Trajetória– Celina Martins Jallad nasceu em Campo Grande, foi professora e empresária, filha do ex-governador Wilson Barbosa Martins e Nelly Martins. Entre 1995 e 1996, exerceu pela primeira vez o mandato como deputada estadual, sendo a única mulher entre os 24 deputados. Em 1999, foi reeleita, cumprindo mandatos consecutivos até 2010. Em 30 de novembro de 2010 foi empossada conselheira do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Faleceu no dia 28 de fevereiro de 2011, aos 64 anos, por não resistir a uma cirurgia de emergência que tinha o objetivo de reparar um aneurisma da aorta abdominal.