A van ficará em frente à prefeitura, das 8h às 16h, no evento “Procon na Rua” – Foto: Neiba Ota

Os moradores de Bonito vão receber, nesta segunda-feira (7.5), o Serviço de Atendimento Móvel da Sanesul, na rua Coronel Pilád Rebuá, Centro (em frente à Prefeitura), das 8h às 16h.

A equipe da Gerência Comercial (Geco) da Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul – com apoio dos colaboradores de Jardim e da unidade do município participarão do “Procon na Rua” e prestarão esclarecimentos e serviços à comunidade. “Os interessados poderão negociar débitos, fazer a revisão das contas, alteração de nome, pedido de ligação nova, pesquisa sobre a tarifa social e recuperação de inativas”, explica o gerente Comercial da Sanesul, Walmir Santos Lino.

Em Bonito, segundo o supervisor da unidade da Sanesul, Ronaldo Dornel Gil, de 7.200 ligações de água, 820 são ligações inativas. “São consumidores que pediram a ligação, depois ficaram sem efetuar o pagamento, não fizeram a renegociação da dívida e o serviço da água foi suspenso. Em média, temos de 400 a 500 cortes por mês em Bonito”, comenta o supervisor.

Recentemente, os vereadores Lucas Leandro Paes, Maria Lúcia Gonçalves de Miranda, Edinaldo Gregório Dias e Valdevino Vargas Ribeiro solicitaram ao diretor-presidente da Sanesul, Luiz Rocha, para divulgar mais sobre a tarifa social da água e/ou esgoto, informando quais são as pessoas que têm direito a esse benefício. O requerimento foi justificado devido às dificuldades enfrentadas por inúmeras pessoas para quitarem suas contas.

Na ação itinerante, de acordo com a gestora da Sanesul, Adriana Sampaio dos Santos, os atendentes vão explicar os critérios para obter o cadastro da tarifa social baixa renda. “A família precisa ter renda de até um salário mínimo, morar numa área de até 50m², o consumo de energia de até 100kwh/mês, de água até 20m³, não pode ter dívidas com a Sanesul, precisa estar cadastrado na categoria residencial e pagar regularmente a conta no vencimento”, explica.

Durante o Atendimento Móvel da Sanesul, haverá também informativos sobre como e quando é cancelado o benefício da tarifa social. “Conta não paga no vencimento, irregularidade na ligação e se o consumo de água ultrapassar os 20 m³ por mês.”