Sergio Nogueira comemora adesão de instituições ao mês de prevenção ao suicídio

Sergio Nogueira solicita implantação do Plano Municipal de Prevenção ao Suicídio – Foto: Assessoria

O vereador Sergio Nogueira (PSDB) agradeceu às instituições douradenses que desenvolveram ações no “Setembro Amarelo”, mês de conscientização e prevenção ao suicídio. A data foi instituída em Dourados a partir da aprovação da Lei Municipal Nº 4.018, de 18 de Julho de 2016, de autoria do parlamentar.

Sergio aponta que, desde a criação da Lei, tem buscado incentivar a população de Dourados a falar sobre o suicídio e como preveni-lo, por isso comemora e destaca ações realizadas por diversas instituições do município, como a Prefeitura Municipal, Unigran, OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Igreja Presbiteriana Independente e também do Programa Mato Grosso do Sul em Foco, da jornalista Rosely Faria, que ganhou destaque nacional.

“A cultura de prevenção ao suicídio está dentro deste projeto e vejo que a sociedade tem se envolvido. Enalteço as comunidades religiosas, que têm realizado um bom trabalho, e também o setor privado, que realizou ciclo de palestras, cursos de prevenção, caminhadas para conscientização, participação no desfile de 7 de setembro, entre outras atividades”, lembrou Sergio Nogueira.

O vereador ainda ressaltou que as atividades desenvolvidas são de suma importância para a conscientização e diminuição dos casos, principalmente em Dourados. “O fato disso estar acontecendo já é muito gratificante, mas ainda temos muito o que fazer. Porém eu acredito que, com este trabalho, haverá uma diminuição dos casos de suicídio nos próximos anos”, finalizou.

Plano Municipal

Estabelecido na Lei Municipal Nº 4.018, Sergio Nogueira cobrou à Prefeita Delia Razuk (PTB), com cópias ao secretário municipal de Governo, Celso Schuch, quanto a possibilidade da criação e implantação do Plano Municipal de Prevenção ao Suicídio.

De acordo com o vereador, o plano foi estabelecido com a aprovação da Lei Municipal, que institui a campanha “Setembro Amarelo”, porém até o momento ele não foi criado e implantado em Dourados.

“O plano de prevenção ao suicídio é muito importante no município, por conta do crescente número de casos ocorridos no Brasil, sendo, em 2017, a quarta maior causa de morte entre homens jovens, segundo o Ministério da Saúde. Por isso precisamos que este projeto seja implantado, com urgência, em Dourados”, ressaltou Sergio Nogueira.

Conforme resposta encaminhada pela Prefeitura Municipal, no dia 25 de setembro foi realizado uma capacitação, com as secretarias de Educação, Assistência Social, Saúde e o Ministério Público, em cumprimento à Lei. Ainda foram realizadas ações em parques, praças, postos de saúde, com foco na qualidade de vida da população.