Senai Empresa aponta placa fotovoltaica como alternativa à alta no custo da energia rural

Em MS há apenas 601 unidades rurais com energia solar – Assessoria

As placas fotovoltaicas apresentam-se como alternativa ao Decreto Federal nº 9.642/2018, que retira, gradualmente, o desconto na tarifa de energia elétrica concedido às unidades consumidoras classificadas como rurais. Até 2023, o desconto, que era de 30% até abril de 2018 e atualmente está em 18%, será zerado e, pensando nisso, o Senai Empresa reforça a importância de investimentos na geração de energia solar.

Segundo o consultor do Programa Senai de Gestão Energética do Senai Empresa, engenheiro-eletricista Sebastião Dussel, nesse cenário, a energia solar com a instalação de placas fotovoltaicas tem se tornado bastante atrativa. “Em Mato Grosso do Sul, há apenas 601 unidades rurais com energia solar. Esse número é baixo justamente por causa de subsídio tarifário que vai acabar até 2023”, afirmou.

Para ele, o momento é ideal para pesquisar novas fontes renováveis de energia elétrica para que os produtores rurais não levem um susto na hora que chegar a conta daqui a alguns anos. “Mesmo com o subsídio tarifário concedido aos consumidores rurais, ainda assim, gerar a própria energia elétrica consumida é uma decisão financeira atrativa, principalmente para aquelas unidades que demandam por quantidade expressiva de energia elétrica para o processar a matéria prima produzida”, afirmou.

O engenheiro-eletricista Sebastião Dussel ressalta que o produtor rural pode avaliar a melhor fonte de geração de energia elétrica que a natureza lhe oferece, podendo ser um recurso hidráulica, caso tenha uma queda d’água em sua propriedade, como também a partir dos resíduos vegetais e orgânicos (biomassa), amplamente disponíveis no meio rural, e, finalmente, a de origem solar.

Para todas as opções, o Senai Empresa conta com uma equipe técnica altamente qualificada para encontrar a melhor alternativa e realizar todo o projeto, desde a elaboração e aprovação na concessionária até o acompanhamento de toda a instalação. “A fonte solar além de ser a mais abundante na natureza e, portanto, a que se apresenta como de maior alcance para o ser humano”, disse.

Ele completa que as placas fotovoltaicas são de fácil instalação, rápidas para se implantar e têm baixa manutenção. “Fato que motivou os brasileiros a elegerem essa fonte como favorita na tomada de decisão do investimento, quando o assunto é gerar sua própria energia elétrica consumida”, destacou.

O consultor do Programa Senai de Gestão Energética do Senai Empresa acrescenta que, em média, um consumidor rural atendido em baixa tensão que decide pelo investimento em energia solar na sua propriedade obtém R$ 10,50 de retorno financeiro para cada R$ 1,00 investido.

Serviço – Mais informações pelo telefone (67) 3311-8533.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.