Sem aliados, PDT escolhe filiado do partido para ser vice de Odilon

Hebert Assunção de Freitas com Odilon de Oiliveira – Foto: Reprodução/Facebook

Sem aliados de peso dentro da sua chapa, a direção estadual do PDT confirmou o nome do empresário Hebert Assunção de Freitas, filiado do partido, como pré-candidato a vice de Odilon de Oliveira (PDT). Ele será confirmado amanhã (21), durante a convenção partidária da legenda, na sede do partido, em Campo Grande. As informações são do portal Campo Grande News.

O presidente regional do PDT, Dagoberto Nogueira, explicou que Hebert foi escolhido porque é uma liderança importante dentro do partido, inclusive é o responsável por fazer o plano de governo de Odilon, além de ser um empresário respeitado. “Pessoa extremamente respeitada, que também é ficha-limpa”, ponderou.

Hebert foi superintendente da Fapec (Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura), cargo que deixou meses atrás em função da possibilidade de compor a chapa majoritária. Também já trabalhou como professor na UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) e tem no seu currículo a função de administrador, consultor empresarial, assim como instrutor de projetos de planejamento.

Alianças – Dagoberto ainda comentou que as duas vagas para o Senado, dentro da chapa de Odilon, vai ficar para eventuais aliados. “Vamos deixar aberta na ata da convenção, confirmando apenas nossos candidatos, acredito que nos próximos dias poderemos ter novidades sobre estas parcerias”.

O pré-candidato ao Senado, Francisco Maia, que até o momento fazia parte da chapa do PDT, anunciou ontem (19), que vai repensar a sua candidatura e que pode ficar fora da eleição, sendo uma baixa no grupo de Odilon. “Eles estão fazendo uma avaliação interna, mas por enquanto não nos confirmaram que estão fora”, disse Nogueira.