Sebastian Vettel conquista pole no GP da Hungria

Sebastian Vettel foi o mais rápido no circuito de Hungaroring na manhã deste sábado e conquistou sua segunda pole position no ano ao cruzar a linha de chegada em 1min16s276. Líder do Mundial de Fórmula 1, com apenas um ponto a mais que Lewis Hamilton, o piloto da Ferrari mostrou que não irá facilitar a vida do rival, esperançoso em reencontrar a liderança do campeonato.

Com 66 pole positions na carreira, Lewis Hamilton tinha a possibilidade de igualar a marca de Michael Schumacher, que largou como primeiro do grid em 67 oportunidades. Durante o Q2 e Q1 o tricampeão mundial chegou a cravar o melhor tempo, porém, teve de se conformar com o melhor desempenho da Ferrari e largará na quarta colocação.

Quem irá acompanhar Sebastian Vettel na primeira fila do grid será seu parceiro de equipe Kimi Raikkonen. O piloto finlandês também aproveitou o traçado favorável à Ferrari para assegurar a dobradinha à escuderia italiana.

A toda poderosa Mercedes só aparecerá na segunda fila. Valtteri Bottas ficou com a terceira colocação, seguido pelo seu companheiro de equipe. Tido no início do ano como o “segundo piloto” da equipe alemã, o piloto finlandês já começa a se aproximar do líder e vice-líder do campeonato e dá sinais de que poderá entrar na briga pelo título, que seria o primeiro de sua carreira.

Max Verstappen ficou com a quinta colocação, superando seu companheiro da Red Bull, Daniel Ricciardo, que na sexta-feira voou baixo e foi o mais rápido dos dois treinos livres do dia. A McLaren, que conseguiu se classificar para o Q3 com ambos os dois pilotos, aparecerá na quarta fila com Fernando Alonso (8º) e na quinta fila com Stoffel Vandoorne (9º).

Di Resta – Paul Di Resta foi a grande estrela do Q1. Substituindo Felipe Massa, que sofreu novamente um mal-estar e teve de abrir mão do GP da Hungria, o piloto escocês não pilotava um carro de Fórmula 1 desde o GP do Brasil de 2013, porém, ainda assim teve um desempenho satisfatório dentro do possível.

Di Resta, que é primo de Dario Franchitti, ex-piloto de Fórmula Indy, largará neste domingo na penúltima colocação. Cravando 1min19s868, o escocês fez o que pôde e mesmo com o longo tempo sem guiar um carro de F1, terminou o primeiro período do treino classificatório à frente de Marcus Ericsson, da Sauber.

Da Gazeta Esportiva