O meia Gustavo Scarpa, desfalque na vitória do Palmeiras contra o Atlético-MG, evoluiu fisicamente nos últimos dias. Ainda assim, o cauteloso técnico Luiz Felipe Scolari trata o retorno do jogador contra o Santos no próximo final de semana como improvável.

Colocado no lugar de Raphael Veiga durante o segundo tempo do jogo contra o San Lorenzo, Gustavo Scarpa marcou o gol da vitória pela Copa Libertadores e, pouco depois, precisou deixar a partida. O meia do Palmeiras sofreu lesão parcial no tendão da perna direita.

“Ele reagiu nos últimos dois dias melhor do que era esperado. Os médicos sempre dão (prazo de recuperação de) 15, 20 dias, porque, se recuperar em 10, é lucro. Eles me deram uma hipótese de 15 a 20 dias. Agora, a hipótese já pode diminuir em uns quatro, cinco dias”, estimou Felipão.

Pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras entra em campo para enfrentar o Santos às 19 horas (de Brasília) de sábado, no Estádio do Pacaembu. “A reação dele tem sido boa, mas, para sábado, ainda acho muito difícil”, disse Felipão, sobre Scarpa.

Um dos principais jogadores do Palmeiras em 2019, Gustavo Scarpa é o artilheiro do time no ano com sete gols em 18 partidas. Sem o meia contra o Atlético-MG, Felipão escalou Raphael Veiga como titular no meio de campo e armou a linha ofensiva com Dudu, Zé Rafael e Deyverson.

O confronto entre Palmeiras e Santos vale a liderança isolada do Campeonato Brasileiro. Os dois rivais têm os mesmos 10 pontos ganhos em quatro rodadas, mas a equipe alviverde leva vantagem no saldo de gols e figura na primeira colocação do torneio.

Da Gazeta Esportiva