São Paulo estreia na Libertadores repleto de desafios

Daniel Alves fará hoje seu primeiro jogo pela Libertadores – Foto: Rubens Chiri/SPFC

O São Paulo estreia na Libertadores nesta quinta-feira, às 21h (de Brasília), contra o Binacional, do Peru, fora de casa. O time comandado por Fernando Diniz terá de superar a altitude de 3825 metros, mas não só isso. O Tricolor também terá de ignorar as importantes ausências que terão nesta partida.

A começar por Fernando Diniz. O treinador do São Paulo não poderá ficar à beira do campo por conta de uma suspensão recebida na época em que ainda comandava o Fluminense. O mesmo serve para Brenner e Everton, advertidos pela Conmebol no ano passado.

Além disso, o São Paulo não terá à sua disposição dois titulares: Vitor Bueno e Juanfran. O primeiro não treinou na última segunda-feira, mas trabalhou na terça e gerou otimismo na comissão técnica, mas acabou cortado devido à lesão no tornozelo esquerdo. Já o espanhol vinha se queixando de dores na panturrilha direita e também foi poupado.

Além do Binacional, a altitude também será outro adversário do São Paulo nesta quinta-feira. Juliaca, cidade em que o rival peruano receberá o Tricolor, está a 3825 metros acima do nível do mar e é a quinta cidade mais alta do planeta. Por isso, a expectativa é de grandes dificuldades para os brasileiros ao longo dos 90 minutos.

Pelo lado dos peruanos, a ansiedade também é grande. O clube, fundado em 2010, disputará a Libertadores pela primeira vez e, inclusive, fez reformulações no estádio Guillermo Briceño para atender as demandas da Conmebol e receber um dos times mais tradicionais do continente em sua casa.

Enquanto a bola não rola, a rivalidade é deixada de lado. O atacante do Binacional, Aldair Rodríguez, por exemplo, pretende trocar camisas com Daniel Alves, multicampeão com Barcelona, Juventus e Paris Saint-Germain, e até mesmo tirar uma foto com o capitão da Seleção Brasileira.

“Não sou de trocar camisas nem nada, mas me animaria pedir uma foto a Daniel Alves para guardar como uma bonita recordação. Quem não admirou o jogo de Daniel Alves? É um jogador com uma grande trajetória”, disse o atacante do Binacional em entrevista ao jornal Depor, do Peru.

“Não me imaginava enfrenta-los, mas essa é a beleza do futebol, que te dá coisas que às vezes não se espera. Na hora que a bola rolar, você esquece que do outro lado estão Daniel Alves e Pato. Ali dentro são onze contra onze e vamos buscar a vitória”, completou.

Ficha Técnica
Binacional (PER) x São Paulo

Local: estádio Guillermo Briceño, em Juliaca (Peru)
Data: 5 de março de 2020, quinta-feira
Horário: 21h (de Brasília)
Arbitragem: José Mendez (PAR)
Assistentes: Eduardo Cardozo (PAR) e Jose Cuevas (PAR)

BINACIONAL: Fernandez; Arango, Fajardo, Fernandez e Leudo; Manco, Matzuda e Perez; Reyes, Rodríguez e Tello.
Técnico: Flabio Torres.

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Igor Vinícius, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Tchê Tchê, Daniel Alves e Igor Gomes; Antony, Pablo e Pato.
Técnico: Fernando Diniz

Da Gazeta Esportiva