Sampaoli diz “talvez” após pedir R$ 100 mi em reunião tensa no Santos

O técnico Jorge Sampaoli participou de longa reunião com o presidente José Carlos Peres durante a manhã desta segunda-feira. Na saída do encontro, realizado no CT Rei Pelé, o argentino desejado pelo Palmeiras evitou a imprensa e, questionado por torcedores se ficará no Santos, respondeu “talvez”.

Em reunião tensa, Sampaoli apresentou seu projeto esportivo à diretoria e estimou em cerca de R$ 100 milhões o investimento necessário para montar um elenco capaz de brigar pelo título da Copa Libertadores. A princípio, há grande diferença no que o clube pode oferecer, e Peres planeja conversar sobre o assunto com o Comitê de Gestão.

Os já célebres Meninos da Árvore, queridos pelo sisudo treinador argentino, aguardaram pelo fim da reunião do lado de fora do CT. Na saída, questionados pelos jovens torcedores, Sampaoli limitou-se a dizer de dentro de seu carro que “talvez” permaneça.

José Carlos Peres e Jorge Sampaoli foram à reunião acompanhados por seus respectivos advogados. Para proporcionar o máximo de privacidade, o Santos fechou a recepção no hotel do CT e os demais funcionários, sem poder entrar, ficaram espalhados pelo clube.

Vinculado ao Santos até o fim de 2020, Sampaoli tem certo grau de desconfiança em torno das possibilidades do clube para a próxima temporada. O contrato prevê multa rescisória até o final do ano e a tendência é que o treinador argentino defina seu destino com calma.

Interessado em contratar Sampaoli, o Palmeiras espera pelo resultado da negociação entre o treinador e o Santos. O argentino costuma definir seu futuro de maneira pessoal e, portanto, um desfecho positivo das tratativas com o clube alviverde dependeria de um encontro olhos nos olhos.

Da Gazeta Esportiva