Na véspera da estreia do Paulista e com dois reforços, técnico pede que diretoria cumpra promessas

O técnico Jorge Sampaoli disse nesta sexta-feira que não sabia que o Santos passava por uma crise financeira ao acertar com o clube, em dezembro. Em entrevista no CT Rei Pelé na véspera da estreia no Paulistão, o argentino afirmou que espera que as promessas da diretoria sejam cumpridas.

– Não estava sabendo da situação financeira do Santos. Estamos esperando que as promessas sejam cumpridas – afirmou Sampaoli.

O treinador disse que tinha consciência de que jogadores importantes, como Gabigol (fim do empréstimo) e Rodrygo (com a Seleção sub-20) seriam desfalques, mas que confiava na reposição:

– Equipe que terminou na 10ª posição (do Brasileiro), sabendo da saída desses, e de um estilo distinto de treinador, há a necessidade de potencializar com novos jogadores. Houve a promessa de contemplar essa realidade. Se o clube tivesse me dito que não estava bem, impossível. A realidade seria outra. Vim para fazer uma equipe forte. E espero que isso aconteça – completou Sampaoli.

O Santos tem tido dificuldades para fechar com reforços. Até agora, anunciou apenas o meia-atacante venezuelano Yeferson Soteldo e o zagueiro colombiano Felipe Aguillar.

No final do ano passado, o Santos chegou a atrasar o pagamento de direitos de imagens de alguns atletas do elenco – entre eles, o do atacante Derlis González, que pediu para ser negociado e não foi inscrito no Campeonato Paulista.

Para equalizar as contas, a diretoria do Santos negocia um empréstimo de R$ 82 milhões e dá como garantia a segunda parcela da venda do atacante Rordrygo, ao Real Madrid, prevista para ser paga em julho.

Sampaoli já havia demonstrado insatisfação no último domingo, após empate com o Corinthians em amistoso em Itaquera. A demora na contratação de novos jogadores o preocupa:

– A expectativa foi expressada ao presidente, e ele está em busca de chegar aos nossos pedidos. Trabalhamos nisso, e que a curto prazo possamos cumprir os objetivos, e o Santos tenha a chance de competir com clubes de elencos já formados. Queremos que o que pedimos em curto prazo se concretize. Que isso ocorra logo e que tenhamos o que o Santos merece – disse ele no estádio corintiano.

O Santos estreia no Paulista no sábado, contra a Ferroviária, na Vila Belmiro, às 17h (de Brasília). 

Sampaoli confirmou que Vanderlei será o titular do Santos, mas admitiu interesse no goleiro Everson, do Ceará.

Do Globo Esporte