Cantora usa sua influência para promover, defender e divulgar diversas ações ao redor do mundo – Foto: Reprodução

Rihanna, além de ser uma artista completa e conhecida mundialmente, também é defensora de diversas causas sociais, o que faz com que ela seja ainda mais querida pelo público. Uma das suas recentes ações tem a ver com a sua coleção de tênis da Puma, da qual a cantora é diretora criativa.

Foi em 2015 que a artista passou a assinar um modelo com a marca Puma. As sapatilhas Creeper foram criadas em meados da década de 1940 e ganharam força nos últimos anos como um acessório de moda. A versão desenhada pela cantora logo foi reconhecida, ganhando o prêmio de “Sapatilha do Ano” em 2016. Pelo estrondoso sucesso, a Puma viu seus lucros aumentarem substancialmente com a ajuda de Rihanna e do corredor Usain Bolt.

Para além do ganho comercial, a artista barbadiana não poderia ter outra ideia se não criar uma edição especial totalmente voltada para a caridade. Em 2017, Rihanna anunciou as novas creepers, que são brancas e possuem um coração preto bordado do lado de fora. Parte dos lucros será doada à Clara Lionel Foundation, iniciativa fundada também por Rihanna.

A fundação apoia e financia programas inovadores e eficazes de educação, saúde e emergência, visando melhorar a qualidade de vida de jovens ao redor do mundo. Outro reconhecimento pelas atividades de filantropia veio da Universidade de Harvard, que a consagrou como humanitária do ano em 2017.

No ano passado, Rihanna entrou em contato com o presidente francês Emmanuel Macron em busca de apoio para seus projetos de educação. Pelo Twitter, a cantora escreveu: “Bonjour @Emmanuel Macron, a França se comprometerá com #FundEducation?”. Um mês depois, eles estavam juntos para discutir sobre o tema.

No começo deste ano, a cantora pop foi até o Senegal para promover e pedir apoio para a organização da qual é embaixadora, Global Partnership for Education (GPE). O presidente francês também participou do evento. Na ocasião, prometeu contribuir com € 200 milhões (R$ 802 milhões) para a fundação. Mais tarde, também no Twitter, reforçou o compromisso: “Quando prometo, cumpro. Rihanna, a França sempre estará do lado daqueles que lutam por uma educação melhor”.