Reinaldo fala à comitiva paranaense em apresentação do projeto de duplicação da BR-376 - Foto: Chico Ribeiro
Reinaldo fala à comitiva paranaense em apresentação do projeto de duplicação da BR-376 – Foto: Chico Ribeiro

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, sinalizou união de esforços às autoridades e lideranças da sociedade civil organizada do Paraná para buscar no Governo Federal a aprovação do projeto de duplicação da BR-376, que que liga os estados irmãos pelo Porto São José, no município de São Pedro (PR). Nesta quinta-feira, 06, a procura do apoio político do gestor sul-mato-grossense, a Associação dos Municípios do Noroeste Paranaense (Amunpar) esteve em Campo Grande para a apresentar o projeto de concessão da rodovia federal.

A entrega da administração da rodovia à iniciativa privada tem como objetivo tornar o trecho de 95 quilômetros um novo corredor de acesso, melhorar a logística rodoviária, reduzir os custos de transporte e facilitar o escoamento da produção dos estados produtores do Centro-Oeste e Sul do Brasil. Para viabilizar o projeto executivo e a obra seriam necessários R$ 850 milhões, conforme estudo da Universidade Estadual do Paraná (Unespar).

“Uma ligação igual a essa proposta na BR-376 é fundamental para a gente aumentar a competitividade, diminuir distâncias e sermos mais fortes nas exportações de nossos produtos”, afirmou Reinaldo. O governador sul-mato-grossense se comprometeu em debater o projeto da concessão da rodovia na próxima reunião do Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul (Codesul) – formado pelos estados do Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.  “Vou levar como proposta para conseguirmos viabilizar o projeto executivo desse eixo de ligação”, garantiu.

Com o apoio sul-mato-grossense, o líder da sociedade civil organizada de Paranavaí (PR) e região, o produtor rural Demerval Silvestre, afirmou que Mato Grosso do Sul “dá o primeiro passo para a criação da rodovia mais importante para o agronegócio brasileiro”. Já o presidente da Amunpar, o prefeito de Santa Cruz de Monte Castelo (PR), Francisco Antônio Boni, reiterou que “a obra vai mudar a realidade das regiões produtoras”, oportunizando o desenvolvimento da agropecuária.

Representando o governador Beto Richa (PR) na reunião, o deputado Luiz Claudio Romanelli (PR), líder do governo paranaense no legislativo estadual, frisou que o momento simbólico de apoio mostra que Mato Grosso do Sul e Paraná estão unidos com o propósito de vencer os desafios da logística brasileira e ganhar os mercados consumidores internacionais.