Equipes da prefeitura trabalham em tempo integral para agilizar a recuperação no local

Técnicos da prefeitura acompanharam trabalhos na noite de terça-feira – Foto: Agetran

Os trabalhos para a recuperação da Avenida Presidente Vargas estão sendo executados em período integral, conforme determinação da prefeita Delia Razuk, visando resolver o problema com a maior agilidade possível. As equipes da Agetran, Secretaria de Obras e Guarda Municipal trabalharam durante a noite desta terça-feira. Uma máquina faz a escavação para se chegar ao ponto mais baixo, onde passa o córrego Laranja Doce.

Conforme explicação do engenheiro Jorge Hamilton Torraca, no local houve o solapamento do solo, provocando um complexo processo erosivo. As escavações atingem uma altura aproximada de dez metros. A máquina trabalha para rebaixar o corte do aterro, e aí então descer para uma segunda plataforma.

“Nas condições atuais não há como prosseguir com a escavação até o nível onde passa o córrego; será necessário fazer o trabalho em duas rampas, pois a máquina não alcança até onde é preciso proceder a limpeza e retirada dos entulhos formados inclusive pela antiga tubulação. Houve o escoreamento, um fato chamado “dupping” de solo, que removeu a terra de argila e jogando-a na tubulação antiga, responsável pela drenagem embaixo da pista; uma obra que tem mais de 50 anos”, disse o engenheiro.

Para iniciar efetivamente o processo de recuperação é necessário desmontar todo o terrapleno no local, para então descer a máquina até um ponto que tenha condições de resolver essa situação e então proceder à colocação da tubulação de escoamento outra vez, fazendo ainda o reforço da base onde serão assentados os tubos e na sequência colocação de terra e recompactação do local. “Os barrancos terão de ser aterrados e depois a recomposição da capa asfáltica”, esclareceu Torraca.

Para garantir o monitoramento do trânsito e a segurança da população, o diretor presidente da Agetran, Carlos Fábio, determinou aos agentes um plantão integral, que será feito em conjunto com a Guarda Municipal.

A previsão inicial é que a obra, que está sendo executada com empenho total e rapidez, demore ainda em torno de 15 dias, haja vista sua complexidade e as dificuldades naturais. A determinação é que os trabalhos prossigam sem interrupção a segunda pista poderá ser fechada ainda hoje.