Livre no mercado depois de rescindir com clube chinês, o volante desembarcou na capital paulista na noite dessa terça-feira para conversar pessoalmente com dirigentes do Verdão

Ramires já está em São Paulo para negociar pessoalmente com o Palmeiras. O volante desembarcou na capital paulista na noite dessa terça-feira e se encontrará com dirigentes do clube para tratar salários e tempo de contrato, já que está livre no mercado desde o mês passado.

O meio-campista de 32 anos ficou sem vínculo com nenhum clube depois de fazer acordo para deixar o Jiangsu Suning, da China. Chegou a ser colocado na mira de Flamengo e São Paulo, mas está próximo do Verdão, onde pode reencontrar o técnico Luiz Felipe Scolari, que o convocou para a disputa da Copa do Mundo de 2014.

Em janeiro de 2018, durante a janela de transferências na Europa e, também, período de inscrições do Campeonato Chinês, Ramires recebeu uma proposta do Benfica, de Portugal. O Jiangsu contou com sua saída como certa e não o inscreveu. Como a negociação com a equipe de Lisboa não se concretizou, o volante manteve a forma atuando pelo time B do clube chinês.

O ex-volante da Seleção não atua no futebol brasileiro desde 2009, quando trocou o Cruzeiro pelo Benfica, de Portugal, após ser vice-campeão da Libertadores daquele ano. Em 2010, já estava no Chelsea, onde foi peça fundamental na conquista da Liga dos Campeões da Europa, em 2012. Saiu da Inglaterra para a China em 2016, no Jiangsu Suning.

Ramires atuou na Copa de 2010 com Felipe Melo, sendo titular na equipe de Dunga que chegou às quartas de final (cumpriu suspensão na eliminação, contra a Holanda). No Mundial seguinte, em 2014, foi convocado por Felipão e enfrentou o atual treinador do Palmeiras enquanto ambos estavam na China.

O meio-campista pode ser a sétima contratação do Verdão para 2019. O clube trouxe até agora o volante Matheus Fernandes, do Botafogo (que só atuou duas vezes e perderia ainda mais espaço com Ramires), o meia Zé Rafael, do Bahia, os atacantes Arthur Cabral, do Ceará, Carlos Eduardo, do Pyramids, do Egito, e Felipe Pires, do Hoffenheim, da Alemanha, e o meia-atacante Ricardo Goulart, que já acertou sua volta ao Guangzhou Evergrande, da China.

Do Lance!