Prefeitura atendeu Ramim e instalou faixa elevada em frente à Igreja Nossa Senhora de Fátima; parlamentar quer levar benefício aos estudantes – Foto: Assessoria

Desde o início do mandato o vereador Romualdo Ramim (PDT) vem solicitando à Prefeitura Municipal, durante as sessões da Câmara de Dourados, a instalação de faixas elevadas para pedestres em frente aos portões de todas as escolas e Ceims (Centros de Educação Infantil Municipal). Segundo o parlamentar, o objetivo é garantir maior segurança aos estudantes nos horários de entrada e saída das aulas.

“Constantemente somos procurados por pais, diretores e professores de escolas e Ceims, que expõem grande preocupação com o risco de acidentes nos horários de entrada e saída. Precisamos garantir a segurança de todos os alunos, sem distinção, por isso, vou apresentar novamente indicações quantas vezes for preciso para obtermos essa conquista. Vou acrescentar também as escolas estaduais, particulares e as universidades da nossa cidade”, explicou o vereador.

Algumas escolas já possuem a faixa elevada ou lombada eletrônica como medida preventiva de acidentes, porém as lombadas estão desativadas desde julho do ano passado e a comunidade escolar requer a padronização das faixas para que o problema não aconteça novamente.

Todas as lombadas eletrônicas mantidos em todo o Estado foram desligadas. Em nota, a empresa responsável alegou dívida por parte do Governo do Estado.

“Sabemos que o custo da faixa elevada não é baixo e são dezenas de instituições de ensino em Dourados, mas estou a disposição da Prefeitura para fazer gestão política junto a Assembleia Legislativa e aos Governos Estadual e Federal para a viabilização de recursos e conseguirmos atender esta demanda que vai beneficiar milhares de estudantes”, disse o vereador.

Esta é uma das principais lutas que Ramim vai retomar no Poder Legislativo, após o retorno das sessões, previsto para a próxima segunda-feira (3).

“Não precisamos esperar que acidentes aconteçam para tomarmos providências. Sabemos que é necessária muita cautela dos condutores nesses locais, porém, somente a sinalização horizontal e vertical não é suficiente”, concluiu Ramim.

Deputado Zé Teixeira