Os projetos foram discutidos e aprovados durante a sessão ordinária de segunda-feira (26) - Foto: Eder Gonçalves
Os projetos foram discutidos e aprovados durante a sessão ordinária de segunda-feira (26) – Foto: Eder Gonçalves

Durante a sessão ordinária realizada na Câmara de Dourados, na segunda-feira (26), os vereadores aprovaram seis projetos de lei. Dentre eles está o nº 017/ 2017 de autoria dos vereadores Pedro Pepa (DEM) e Madson (DEM) que dispõe sobre a proibição de inauguração de obras públicas inacabadas. O projeto foi aprovado com emenda em anexo.

Em segunda discussão e votação o Projeto de Lei nº 037/2017 (007), de autoria do Poder Executivo, que dispõe sobre as Diretrizes Orçamentárias (LDO), exercício de 2018 foi aprovado com três emendas em anexos, sendo elas pedidas pelos vereadores Madson Valente, Sérgio Nogueira (PSDB) e Marçal Filho (PSDB).

Ainda em segunda discussão e votação foi aprovado o Projeto de Lei nº 053/ 2017 de autoria do vereador Sérgio Nogueira (PSDB), que denomina Rua Pastor Williams Balaniúc Filho, a rua B do Loteamento Jardim Ibirapuera.

Já os projetos de primeira discussão e votação estão o de nº 065/ 2017 que declara o Pucheiro (comida típica) e também o de nº 067/2017 que declara a Sopa Paraguaia (comida típica) como Patrimônio Cultural Imaterial de Dourados. Os projetos são de autoria do vereador Cirilo Ramão (PMDB) e foram aprovados por unanimidade.

Em única discussão e votação, o Projeto de Decreto Legislativo nº 017/ 2017, de autoria do vereador Braz Melo (PSC) e outros, concedendo Diploma de Centenário a Wilson Barbosa Martins.