Projeto habitacional de Dourados é tema de debate com Agehab MS

A nova oferta de programa habitacional foi discutida com a Agehab do Estado

Prefeito se reúne com Agehab MS para tratar de programa habitacional – Foto: Leandro Silva

O prefeito Alan Guedes se reuniu na sexta-feira (19) com a diretora-presidente da Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul, Maria do Carmo Avezani Lopes, para tratar do programa habitacional de financiamento popular, com subsídios do FGTS, que será lançado na região do Izidro Pedroso, em Dourados.

O diretor-presidente da Agehab do município, Diego Zanoni, e o vereador Rogério Yuri, também estavam presentes. O projeto, que prevê a construção de, no mínimo, 128 apartamentos, já teve sua implantação aprovada. “A área foi doada pelo município, também como forma de diminuir o custo desse imóvel para a população, e agora será feito chamamento público para contratação da entidade que irá gerir a obra”, explicou Zanoni.

O Prefeito reforçou a parceria com o Governo do Estado para reduzir o déficit habitacional do município e fomentar a aquisição de imóveis através de financiamentos acessíveis. “Nosso desafio é reduzir o déficit de moradia. Vamos trabalhar modelos de oferta que caibam no bolso da população que mais precisa”, reforçou o prefeito.

Financia Fácil

Na última quinta-feira (18), a Agehab (Agência de Habitação de Dourados) lançou o projeto Financia Fácil para ajudar famílias na aquisição da casa própria. O programa prevê um desconto de R$3.500 na entrada do financiamento e parcelas acessíveis.

Para participar, é necessário estar cadastrado na Agência. “Funciona como qualquer financiamento habitacional do programa Casa Verde e Amarela, a parcela gira em torno de R$400, R$500”, explica Zanoni.

A prefeitura assinou termo de adesão com empresas da construção civil e incorporadoras que possuam empreendimentos que se encaixem no programa, com valor de até R$165.000. “Sabemos que o déficit habitacional tem diferentes realidades, tem aquelas pessoas que precisam que o imóvel seja doado, com custo zero, pelo poder público, mas há aquelas que têm dificuldades de acesso a financiamentos, então, nossa ideia é trazer facilidade, para que essas pessoas, que tenham renda familiar acima de R$ 1.800 consigam ter acesso”, garantiu Zanoni.

Os imóveis são para pessoas com renda familiar até cinco salários mínimos, o que hoje corresponde a R$ 5.500. Para participar basta preencher os requisitos e fazer o cadastro na Agehab. Quem já tem o cadastro pode procurar as empresas conveniadas, que até o momento são: RG Engenharia, Engepar, Sol I Mar Construtora e Incorporadora, Menin engenharia, Trento e Coplan Engenharia.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.