Projeto DNC da Polícia Militar atende mais de 1400 alunos da escola Vilmar Vieira Matos

Subtenente Julio CT Arguelho, idealizador do Projeto DNC, ministrou 9 palestras nos três períodos e atendeu um público de 11 a 18 anos – Assessoria/PM

A convite da diretora Odália Amaro, da Escola Vilmar Vieira Matos, em Dourados, o comando do 3º BPM empenhou o Assessor de comunicação social, ST PM Julio CT Arguelho, para ministrar um ciclo de palestras preventivas aos mais de 1400 alunos daquela escola.

No total o ciclo DNC contou com 9 palestras nos três períodos e atendeu um público de 11 a 18 anos, onde foram ministrados assuntos sobre a iniciação criminal de jovens e adolescentes, que começam a cometer crimes depois de se viciarem em algum tipo de drogas licita e ilícita. Foram apresentados dados do sistema penitenciários nacional, criminalidade de região de fronteira, tráfico de drogas, alcoolismo, princípios de autoridade e saúde.

A palestra traz vídeos reais de crimes cometidos em nossa região, ligados diretamente ao uso e ao tráfico de drogas, ou seja, as consequências de quem ingressa na carreira como usuário e passa a se tornar um criminoso.

Um assunto especifico da escola, que é a depredação do patrimônio público, também foi abordado pelo Subtenente que visitou o banheiro da escola e pode perceber que alguns alunos estariam danificando um bem de uso coletivo. Segundo o policial militar, uma vez identificadas os alunos responsáveis pelo dano, eles e os pais deveriam ser responsabilizados administrativamente e criminalmente conforme cada caso.

O Subtenente Arguelho, que é o idealizador do projeto Diga Não ao Crime, disse que as palestras têm surtido um efeito muito positivo na conscientização dos alunos e tem funcionado como um trabalho preventivo de impacto em parceria com a escola e professores.

“No fechamento desse ciclo, somamos mais de 12 mil jovens e adolescentes atendidos pelo projeto DNC e, nesses quase 3 anos de projeto, nós pudemos perceber que apesar da conectividade e das facilidades do acesso a informação, os assuntos atualíssimos abordados durante a palestra não são de conhecimento geral e que na verdade, a grande maioria, sabem muito pouco sobre drogas, crimes e responsabilidade.”

Segundo Arguelho, a grande porta de entrada ao mundo do crime continua sendo o acesso facilitado ao álcool para crianças e adolescentes.

“Os pais são os grandes e únicos responsáveis pela grande maioria de crianças, jovens e adolescentes que iniciam o uso de drogas no Brasil, facilitando e muitas vezes incentivando o uso do álcool pelos filhos, lembrando que o álcool ainda é o maior responsável por crimes violentos, quer acidentes, violência doméstica e até crimes de roubo, furto e homicídio.”

Os interessados em solicitar a palestra do Projeto DNC podem entrar em contato através do telefone 99624-6956 ou através da página do projeto no Facebook https://www.facebook.com/PROJETODNC/